Secretário de Administração pede harmonia entre Legislativo e Executivo
Richard Casal abordou a questão na Câmara em sessão alusiva à Campanha da Fraternidade
Foto: Câmara de Catanduva - Richard Casal lembrou embates da gestão anterior e cassação do ex-prefeito
Por Da Reportagem Local | 23 de fevereiro, 2024

Com objetivo de despertar a solidariedade, a Câmara de Catanduva promoveu sessão solene de lançamento da Campanha da Fraternidade 2024, na quarta-feira, 21. O plenário ficou lotado com a presença de lideranças de pastorais, movimentos católicos, seminaristas e dos padres Synval Januário, Willian Mascaro, Rosinei Pessini, José Roberto Reis e Carlos Umberto Furchin.

A sessão foi comandada pelo vereador Alan Automóveis (PP), que assumiu a presidência de forma interina. Também estiveram presentes os vereadores Nelson Tozo (PDT), Ivan Bernardi (PRTB), Luís Pereira (PSDB), Bellê Martin (Cidadania), Gleison Begalli (PDT) e Maurício Riva (PDT), autor da lei que destaca a Campanha da Fraternidade em Catanduva.

Três autoridades ocuparam a tribuna para discursar: o secretário de Administração Richard Casal, que representou o prefeito Padre Osvaldo (PL), o novo bispo Dom José Benedito Cardoso e o parlamentar Maurício Riva.

Diante do cenário de conflito entre Legislativo e Executivo, a fala de Richard Casal foi a que mais repercutiu. No pronunciamento, ele clamou pela união dos homens públicos de Catanduva. “O tema deste ano da Campanha da Fraternidade nos inspira a pedir a paz entre os Poderes Legislativo e Executivo”, disse.

Ele lembrou que na gestão passada, os constantes embates entre a Câmara e a Prefeitura geraram retrocessos a todos, resultando na cassação do prefeito Afonso Macchione Neto e na derrota nas urnas de 10 dos 13 vereadores da época. Apenas três conseguiram a reeleição.

“Catanduva ficou engessada, parada por praticamente dois anos, devido diversos conflitos políticos. Isso é um sinal, um reflexo que quando há desentendimentos ou confusões, todos perdem”, lembrou. “Tomo a liberdade em solicitar aos nossos vereadores que continuem fiscalizando, pois são muito cobrados pela população, mas que também hajam com respeito e que tentem junto ao Executivo encontrar formas mais harmônicas em não se digladiarem por causa de um ano eleitoral. O que mais importa não são os partidos, mas sim a coletividade.”

O secretário finalizou o discurso homenageando Padre Synval, sendo aplaudido de pé.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Catanduva escala 77 posições e é 50ª no Ranking das Cidades Sustentáveis
Por Guilherme Gandini | 12 de abril de 2024
Prefeitura e Polícia Militar firmam convênio para Atividade Delegada
Por Stella Vicente | 12 de abril de 2024
Educação define a grade de atividades do projeto ABC do Saber