Quase lanterna, Bax Catanduva perde por 98 a 45 para o Sesi Araraquara
Partida aconteceu na casa do adversário, atual campeão da competição, na quarta-feira, dia 27, pela Liga de Basquete Feminino (LBF)
Crédito: Sérgio Paulino - Bax perdeu pela sexta vez em sete compromissos e é, no momento, o vice-lanterna
Por Stella Vicente | 29 de março, 2024

O Bax Catanduva perdeu para o Sesi Araraquara na última quarta-feira, dia 27, na Liga de Basquete Feminino (LBF) 2024. O clássico regional, que aconteceu na casa do adversário, atual campeão da competição, terminou em 98 a 45 para o Sesi.

Desde o início as mandantes tomaram conta do jogo, abrindo uma diferença de 19 a 0 no placar. O Bax conseguiu marcar apenas faltando três minutos para o fim do primeiro quarto, que terminou em 33 a 8. Em contrapartida, o segundo período foi mais cadenciado, e as catanduvenses até tentaram reagir, mas a defesa do Sesi estava preparada e a equipe logo voltou a controlar o jogo, finalizando a etapa com 61 a 17 no placar. Na volta do intervalo, o Bax chegou a abrir 11 a 0, mas Araraquara logo fez uma sequência de 9 a 0. A troca de pontos continuou até o fim do jogo.

A cestinha da partida foi Manu, do Araraquara, que marcou 21 pontos, sendo que destes foram cinco arremessos de três em oito tentativas. Pelo lado do Sesi, Alexia, com 18 pontos, e Érika, com 12, também foram destaques. Do lado do Bax, a venezuelana Ivaney Marquez, em sua segunda partida pela equipe, foi a maior pontuadora novamente, com 15.

O Sesi vinha de uma derrota para o Sampaio Basquete e agora se recuperou na competição, com um placar maiúsculo. Já o Bax perdeu pela sexta vez em sete compromissos e é, no momento, o vice-lanterna da competição, que está no primeiro turno.

Na avaliação da presidente do Bax Catanduva, Natália Burian, a equipe foi apática no primeiro tempo, não sendo capaz de fazer nada do que foi treinado e combinado para a partida. “Mas depois fomos para o vestiário no intervalo do jogo e foram feitos alguns ajustes na nossa defesa. Melhoramos e até ganhamos o 3º quarto, mas durante o jogo cometemos muitas falhas”, diz. E falhar não era opção, ainda mais contra as atuais campeãs nacionais, cujas jogadoras são base da Seleção Brasileira de basquete, segundo Natália.

“Estamos falhando muito e precisamos rever o trabalho e o sistema de jogo para as próximas partidas a fim de obtermos uma melhora, tanto individual quanto do grupo”, acrescenta a presidente.

PRÓXIMO COMPROMISSO

Na segunda-feira, dia 1º de abril, o Bax Catanduva recebe o Blumenau no Ginásio Anuar Pachá, às 18h30. A entrada é gratuita. A equipe, como conta Natália, tem uma marcação forte e possui jogadoras que vêm sendo protagonistas na LBF este ano.

“Nós também temos uma equipe boa. Para este jogo que é um confronto direto para buscarmos os playoffs e precisamos buscar esta vitória, jogando em casa e com o apoio da nossa torcida”, destaca a presidente, que ainda revela que o treinador, Cesamar Fernandes, está analisando quais serão as estratégias para o jogo.

Autor

Stella Vicente
É repórter de O Regional.

Por Stella Vicente | 19 de abril de 2024
Copa Catanduva de Levantamento de Peso reúne campeões mundiais
Por Da Reportagem Local | 19 de abril de 2024
Grêmio Novorizontino fecha preparação e inicia jornada no Brasileirão
Por Stella Vicente | 19 de abril de 2024
No Paraná, Bax Catanduva enfrenta Ponta Grossa pela Liga de Basquete