Prefeitura propõe Incubadora de Tecnologia em antigo barracão da rua SP
Local cedido pela União ao município até 2039 poderia abrigar até 50 novos negócios
Foto: Prefeitura de Catanduva - Fernando Braz (à esq.) e sua equipe entregaram pedido em mãos ao senador Marcos Pontes
Por Guilherme Gandini | 25 de fevereiro, 2024

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico trabalha em projeto de implantação de uma Incubadora de Tecnologia, Inovação e Negócios, que seria instalada em antigo barracão da rua São Paulo. Na tentativa de tirar a ideia do papel, o secretário da pasta Fernando Braz pediu apoio ao senador Astronauta Marcos Pontes (PL), que esteve na cidade na quinta-feira, 22.

“Esta iniciativa visa não apenas fortalecer nossa economia local, mas também estimular novos investimentos e valorizar o alto nível de capacitação técnica oferecido por instituições de ensino, como o IFSP [Instituto Federal] e a Fatec”, expôs Braz, em ofício entregue ao parlamentar.

No documento, o gestor municipal cita o potencial dos jovens estudantes formados por essas escolas tecnológicas. “Com mais de 2 mil alunos tecnólogos formados anualmente, estas instituições representam um verdadeiro celeiro de talentos e ideias inovadoras que podem impulsionar ainda mais o desenvolvimento de Catanduva e de toda a região”, reforçou.

Segundo ele, para tornar a incubadora real, a ideia é utilizar galpão pertencente à União situado na rua São Paulo, que possui área de 12 mil metros quadrados e está cedido ao município até 2039. “Este espaço apresenta todas as condições necessárias para abrigar até 50 novos negócios, proporcionando um ambiente propício para a incubação e o crescimento de empreendimentos.”

O ofício também apresenta e qualifica Catanduva como polo regional de consumo e emprego, que possui diversidade industrial que abrange desde o agronegócio até a tecnologia de ponta. “Somos orgulhosamente reconhecidos como uma das 35 cidades com maior volume de exportação no estado, evidenciando nossa relevância no cenário nacional e internacional.”

Fernando Braz assina o pedido de apoio ao parlamentar, na tentativa de viabilizar o projeto. “Acreditamos firmemente que a criação desta incubadora representará um marco significativo em nossa trajetória rumo ao desenvolvimento econômico e tecnológico sustentável”, arrematou.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Catanduva escala 77 posições e é 50ª no Ranking das Cidades Sustentáveis
Por Guilherme Gandini | 12 de abril de 2024
Prefeitura e Polícia Militar firmam convênio para Atividade Delegada
Por Stella Vicente | 12 de abril de 2024
Educação define a grade de atividades do projeto ABC do Saber