Prefeitura e Arcos transformam imóvel ocioso em ‘incubadora de entidades’
Casa utilizada no passado como unidade de saúde será cedida por tempo indeterminado
Foto: Reprodução/Google - Imóvel na Vila Engrácia será transformado em sede da Arcos e de entidades sociais
Por Guilherme Gandini | 09 de fevereiro, 2024

A Prefeitura de Catanduva realiza na manhã desta sexta-feira, 9, a solenidade de entrega das chaves da nova sede da Arcos – Associação e Rede de Cooperação Social. O evento está marcado para as 10 horas e o endereço é rua Alvorada do Sul, 77, na Vila Engrácia.

Fundada em abril de 2018 e, portanto, caminhando para seis anos em atividade, a Arcos vem ocupando espaços emprestados – inicialmente pela Sinharinha Neto, na rua Pará, e depois pela Legião Mirim, na rua Municipal, duas antigas entidades que são filiadas à associação.

Nesta sexta-feira, em ato simbólico, o prefeito Padre Osvaldo (PL), juntamente com o secretário de Administração, Richard Casal, assinarão o decreto de concessão de uso do imóvel por tempo indeterminado ao juiz Wagner Ramos de Quadros, presidente da Arcos.

A cessão foi aprovada recentemente por unanimidade pelo Conselho Municipal de Saúde, que elogiou a iniciativa. No passado, o imóvel abrigou uma unidade de saúde, fechada por gestões anteriores. O local ficou sem utilização, alojando equipamentos da Secretaria de Saúde.

Procurado por Quadros, o secretário Richard Casal levou o pedido do imóvel ao prefeito, que prontamente entendeu as necessidades logísticas da Arcos e permitiu que ocupassem o prédio ocioso. Após receber as chaves, a direção da Arcos irá iniciar reforma na casa, com propósito de montar sua sede administrativa e permitir que novas entidades também se alojem no local.

“O imóvel possui várias pequenas salas, que poderão ser cedidas para entidades que irão nascer e não têm condições de pagar aluguel. É gratificante podermos colaborar com as agremiações assistenciais. São elas que ajudam o Poder Público a combater a fome e as injustiças sociais em nossa cidade”, comenta Richard Casal.

RELEVÂNCIA

Para Wagner Quadros, presidente da Arcos, a importância da atuação da entidade tem sido reiteradamente reconhecida por instituições públicas e privadas, o que tem contribuído para que o relacionamento com o Poder Executivo seja muito positivo. Isso já tinha resultado, no passado, na concessão de um terreno para futura construção de uma sede própria da Arcos.

“O crescimento da relevância e das ações da Arcos nesses quase seis anos de existência, e a dificuldade econômica para o aproveitamento do terreno cedido, com a construção de um prédio, acabou gerando as condições para que a prefeitura atendesse à solicitação de cessão de um prédio para servir de sede”, expõe o presidente.

Ele frisa que a Arcos congrega dezenas de organizações da sociedade civil e suas ações abrangem todo um espectro de interesses públicos voltados especialmente aos direitos fundamentais, à dignidade humana e às necessidades de pessoas em situações de vulnerabilidade social.

“Uma sede bem montada e equipada com certeza garantirá melhores condições ao trabalho voluntário prestado à sociedade por meio da Arcos e das organizações a ela filiadas. Trata-se de mais um passo relevante para que Catanduva, liderando um movimento regional, e como já proposto pelo prefeito municipal, torne-se a Capital Nacional do Terceiro Setor”, arremata.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Stella Vicente | 28 de fevereiro de 2024
Grupo de escoteiros de Catanduva promove curso para voluntários
Por Stella Vicente | 28 de fevereiro de 2024
IFSP encerra hoje as inscrições para cadastro reserva de vagas remanescentes
Por Guilherme Gandini | 27 de fevereiro de 2024
Diretoria da Abracrim tem advogado de Catanduva pela primeira vez