Polícia Ambiental apreende armas de fogo, madeira e aplica multas durante Operação Gaia
Ação tem como objetivo fortalecer policiamento ambiental voltado à proteção dos recursos naturais e combate a crimes ambientais
Foto: POLÍCIA AMBIENTAL - Operação conta com policiamento ostensivo voltada a fiscalização de pátios madeireiros e animais em cativeiro
Por Myllayne Lima | 13 de maio, 2022
 

O 4º Batalhão de Polícia Ambiental realizou entre os dias 9 e 11 de maio a Operação Gaia, com policiamento ostensivo voltado à fiscalização de pátios madeireiros, animais em cativeiro, combate a caça ilegal, monitoramento e fiscalização das áreas de especial proteção ambiental. 

De acordo com o balanço divulgado pela Polícia Ambiental foram apreendidas 205 aves, 16 armas de fogo e 374 metros cúbicos (m³) de madeira nativa por falta de documentação que comprovasse a origem do material. No total, 11 pessoas foram presas em flagrante e aplicadas R$2.506.949 em multas.  

A Operação Gaia tem como objetivo fortalecer as ações de policiamento ambiental voltadas à proteção dos recursos naturais e combate a crimes ambientais como queimadas, pesca predatória, desmatamento, garimpagem, caça e tráfico de animais silvestres, tráfico de drogas e porte ilegal de arma. A operação faz parte das atividades de comemoração do 33º aniversário do Batalhão, comemorado no dia 12 de maio. 

 

 

Autor

Myllayne Lima
Repórter de O Regional.

Por Myllayne Lima | 19 de maio de 2022
Prefeitura de Urupês coleta agasalhos porta a porta
Por Da Reportagem Local | 19 de maio de 2022
Marapoama realiza trabalho de conscientização contra a dengue
Por Myllayne Lima | 19 de maio de 2022
Rodeio marca festa de 30 anos de emancipação da cidade de Novais