Paróquias revertem coleta das missas em doações ao Rio Grande do Sul
Ação da Diocese de Catanduva irá doar o valor arrecadado nas celebrações de sábado e domingo, dias 11 e 12, às vítimas do estado sulista
Foto: Divulgação/Polícia Militar - Bases e viaturas da Polícia Militar são pontos de coleta de mantimentos para o RS
Por Stella Vicente | 08 de maio, 2024

A Diocese de Catanduva promoverá no próximo sábado e domingo, dias 11 e 12, arrecadação em prol das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Para isso, todas as paróquias realizarão a coleta diocesana, em todas as missas, com todo o valor arrecadado revertido para doações à causa.

A campanha surge diante do cenário de dezenas de mortes no estado e centenas de pessoas desaparecidas e milhares que estão desalojadas e precisando de toda a ajuda possível.

Segundo a Diocese, todo o dinheiro arrecadado durante as coletas nas paróquias será, de imediato, transferido para a Cúria Diocesana para ser repassado ao Regional Sul 3 da CNBB, responsável por dar a devida destinação aos recursos. Além disso, as paróquias ainda podem promover e incentivar outras campanhas junto a empresas e instituições de cada município.

“Nossos primeiros esforços devem ser de união, por meio de orações pessoais e comunitárias, elevando a Deus nossa prece, na firme esperança de que a dor destes irmãos não ficará sem amparo e resposta. Além disso, a vivência de nossa fé nos encoraja a oferecermos também apoio material“, diz o bispo diocesano, Dom José Benedito Cardoso, em nota.

O padre responsável pela Sé Catedral Nossa Senhora Aparecida, de Catanduva, relata que tem acompanhado, com tristeza, a situação que o Rio Grande do Sul tem enfrentado, mas ao mesmo tempo com esperança na certeza de que Deus se põe ao lado das pessoas e que nas maiores provações a humanidade é capaz de tirar profundas e grandes lições.

“Nós queremos nos unir nesse momento, enquanto Igreja Católica, em nossa Diocese de Catanduva. Muitas pessoas têm ajudado, mas também sabemos que esse auxílio financeiro é necessário. É mais um gesto de amor e solidariedade a esses nossos irmãos, sobretudo também como um gesto de fé”, pontua o pároco.

Polícia Militar e Tiro de Guerra também recebem doações

A campanha “Unidos pelo Rio Grande do Sul”, da qual faz parte a Polícia Militar, também visa ajudar os moradores do estado gaúcho. Na primeira etapa, é solicitada a doação de alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal e de limpeza, e água mineral. O coronel Fábio Cândido, do Comando de Policiamento do Interior - CPI-5, pede que as doações sejam feitas até sexta-feira, dia 10 de maio, para que a primeira remessa de donativos seja enviada o mais breve possível ao Rio Grande do Sul.

Em Catanduva, os pontos de arrecadação são o 30º BPM/I, que fica na rua Olímpia, 97, Vila Guzzo, e a 1º Cia da Polícia Militar, na rua Bolívia, 48, Vila Juca Pedro. Outra opção é entregar na sede do Tiro de Guerra, na rua Mato Grosso, 664, no Higienópolis. Na região, a 2º Cia da Polícia Militar, que fica em Novo Horizonte, também recebe as doações. O endereço é rua Altino Arantes, 760, Centro.

Além disso, quem não puder se deslocar até uma das bases da Polícia Militar, pode contribuir diretamente para as viaturas que estão circulando em patrulhamento pelos bairros.

Autor

Stella Vicente
É repórter de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Especialista celebra criação de grupo de trabalho contra o bullying
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Veja dicas importantes para viajar com segurança nas férias de julho
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
AME Catanduva faz auditoria em prestadora de serviço