IPMC negocia com plano de saúde e deve apresentar cálculos em assembleia
Licitação aberta para contratar nova prestadora de serviços não atraiu nenhum interessado
Foto: ARQUIVO/O REGIONAL - Edson Andrella afirma que valor ofertado é o máximo que o IPMC pode disponibilizar
Por Guilherme Gandini | 05 de agosto, 2022
 

Conselheiros do Instituto de Previdência dos Municipiários de Catanduva (IPMC) reuniram-se com a diretoria da Unimed Catanduva/São Domingos Saúde, ontem, dia 4, para tratar sobre o impasse envolvendo o plano de saúde dos servidores municipais. O contrato com a operadora expira em 31 de outubro, mas a empresa não tem interesse na renovação nos termos atuais.  

Ao mesmo tempo, licitação aberta pelo IPMC para contratar nova prestadora de serviços não atraiu nenhum interessado. De acordo com o diretor superintendente da autarquia, Edson Andrella, o valor ofertado, R$ 1,3 milhão por mês, é o máximo que o órgão tem disponibilidade de bancar, mantendo-se, ainda, os fatores de consulta e exames pagos atualmente.  

O desinteresse das operadoras estava anunciado. “Em 6 de junho, disparamos pedidos de orçamento para iniciar a nova licitação, onde o São Domingos respondeu que não havia interesse em apresentar orçamento, o Padre Albino Saúde informou ser inviável sua participação e a Unimed apresentou orçamento 50% mais caro do que pagamos atualmente, mais fator para exames de 35% desde o primeiro atendimento e consultas com fator de R$ 45 no consultório e R$ 65 em pronto-socorro”, relembra o gestor.  

Como previsto, nenhum concorrente apareceu na sessão de abertura da licitação do IPMC. Os conselheiros decidiram, então, negociar com os diretores da atual contratada. “Eles solicitaram prazo até dia 9 de agosto, às 17 horas, para fazerem cálculos. Após a nova reunião com a Diretoria da Unimed, iremos agendar uma assembleia com os servidores”, completa Andrella.  

O IPMC tem seguradas, hoje, 7.753 vidas, entre servidores, dependentes e agregados. O plano oferece serviços médicos, laboratoriais e hospitalares, com direito a consultas, internações clínicas, cirúrgicas e obstétricas, internação domiciliar, cirurgias, fisioterapia e hidroterapia. Também há hospital, médicos, laboratórios e clínicas credenciadas para atender o funcionalismo. 

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Guilherme Gandini | 17 de agosto de 2022
Prazo para eleitores solicitarem voto em trânsito termina amanhã
Por Rodrigo Ferrari | 17 de agosto de 2022
Prefeitura de Catanduva gastará até R$ 686 mil em tinta para impressoras
Por Guilherme Gandini | 17 de agosto de 2022
Prefeitura faz mudanças para transformar prédio cultural em Centro de Convenções