Equipe Korea Fighter fatura oito medalhas em open internacional
Quatro atletas representaram as cidades de Rio Preto e Catiguá na competição realizada em São Roque, no último domingo
Foto: DIVULGAÇÃO - Natália Bernardi com Everton, Elias e Giovani (esq. para direita): quatro medalhas em São Roque
Por Guilherme Gandini | 09 de novembro, 2022

A equipe da academia Korea Fighter/ARPTKD de Taekwondo, que fica em Catanduva, participou do 5º Open Internacional São Roque, na cidade de mesmo nome, no último domingo, 6. O grupo, composto por quatro atletas, conquistou oito medalhas de ouro defendendo as cores de São José do Rio Preto e Catiguá, já que a Prefeitura de Catanduva não oferece auxílio.

Natália Trassi Bernardi faturou duas medalhas de ouro na categoria Poomsae (formas) faixa preta, sendo elas no Poomsae Individual e Poomsae duplas mista. O professor Everton Rossi conquistou a medalha de ouro na categoria Poomsae (formas) faixa preta - Poomsae duplas.

Elias Gabriel Tavares conquistou quatro medalhas de ouro na competição: Kyorugui (luta), Timio Ap tchiagui (quebramento com salto em altura), Timio Yop tchiagui (quebramento com salto em distância) e Kyopa (quebramento livre). Já Giovane Ricci venceu o Kyorugui (luta).

Everton Rossi disse estar orgulhoso de seus atletas. “Em duas competições fortíssimas este ano conseguimos obter 100% de aproveitamento e todos dando o máximo para se manterem em alto nível para ficar no lugar mais alto do pódio”, diz ele, fazendo referência à Copa dos Campeões, realizado em São José do Rio Preto, em que ganharam cinco medalhas de ouro.

O professor relembra que o torneio de São Roque é internacional e conta com equipes da América do Sul, como Argentina, Chile e Bolívia. “Os atletas me surpreenderam mais uma vez. Isso é muito gratificante e me anima ainda mais a dar sequência neste trabalho.”

A Korea Fighter, que já se prepara para a temporada 2023, agradece ao mestre João Cleyber, responsável pela equipe, à Secretaria de Esportes e Lazer de São José do Rio Preto (Smel) e à Prefeitura de Catiguá, de forma especial ao prefeito Claudemir José Grava, o Mizinho.

Medalhistas são esquecidos em Catanduva

As conquistas dos atletas da Korea Fighter/ARPTKD de Taekwondo não foram suficientes para sensibilizar a Prefeitura de Catanduva a oferecer apoio aos esportistas nas competições. Medalhistas nos Jogos Regionais, por quatro anos seguidos, e Abertos, por dois anos, Everton Rossi e Natália Bernardi também não conseguiram a bolsa atleta oferecida pelo poder público.

“Rio Preto só estava de olho na gente, até que entraram em contato já oferecendo uma bolsa. Agora, em todas as competições eles nos ajudam. Além disso, dois de nossos alunos são de Catiguá e a prefeitura de lá subsidia tudo, inclusive gastos com viagem”, detalha Natália.

Nos Jogos Regionais, ela conquistou medalhas de ouro no individual e no Poomsae duplas. Já Everton Rossi ficou com a prata no individual e ouro no Poomsae duplas. Já nos Jogos Aberto do Interior, ambos ficaram com a 4ª colocação em suas categorias, entre cerca de 20 cidades participantes. Os três primeiros posicionados foram atletas da Seleção Brasileira.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Guilherme Gandini | 14 de julho de 2024
Nadador catanduvense se destaca no Paulista e foca Jogos Regionais
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Altobeli Silva supera ‘prata da casa’ e vence Meia Maratona de Goiás
Por Da Reportagem Local | 09 de julho de 2024
Novorizontino vence o Avaí em Florianópolis e cola no G-4 do Brasileirão