Diretoria da Abracrim tem advogado de Catanduva pela primeira vez
André Luis Monteleone foi nomeado secretário-geral da regional de Rio Preto e Noroeste Paulista da associação
Foto: Arquivo Pessoal - André Monteleone: ‘para mim tem toda uma simbologia essa nomeação’
Por Guilherme Gandini | 27 de fevereiro, 2024

O advogado criminalista André Luis Monteleone, vice-presidente da OAB Catanduva, assumiu o cargo de secretário-geral da diretoria regional da Abracrim – Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas, que tem sede em São José do Rio Preto e abrange o Noroeste Paulista. A nomeação consta no Ato Presidencial Nacional assinado pelo presidente da entidade Sheyner Yàsbeck Asfóra.

A Abracrim nasceu em 17 de setembro de 1993 e está dividida em 27 seccionais, presentes em todos os estados brasileiros, tendo como objetivo a defesa das garantias do livre exercício profissional e direitos dos advogados criminalistas. De todas as especialidades da advocacia, a criminal é a que enfrenta o braço punitivo do Estado e, muitas vezes, variados níveis de arbítrio.

“A associação é gerada para defender e ser a voz de colegas que têm diariamente suas prerrogativas vilipendiadas, visando também o aprimoramento do Direito Criminal e a valorização da atuação dos profissionais da área, oferecendo suporte técnico, jurídico e educacional aos seus associados além de promover a troca de experiências”, expõe Monteleone.

A Abracrim possui cinco diretórios regionais no Estado de São Paulo, um deles em São José do Rio Preto. O grupo integrado por Monteleone terá como diretora regional Michele Monike Costa e vice-diretora Paula Toledo Lara dos Santos. O diretor de Cultura e eventos será Jader Rafael Borges e o diretor de Prerrogativas Lucas Leal de Freitas.

A diretora da Abracrim Mulher será a advogada Bruna Nunes Carvalho Milani de Gouveia, enquanto o Diretor Jovem Advocacia será Lucas Hernandes Lopes.

Essa é a primeira vez que a advocacia criminal catanduvense tem representação no diretório regional de uma das principais associações de advogados criminalistas do país, conquista tida como fundamental para assegurar que os interesses locais sejam atendidos de forma eficaz.

“Para mim tem toda uma simbologia essa nomeação pela oportunidade de representar todos os criminalistas de Catanduva, os que vieram antes de mim, os atuais, além de inspirar os futuros advogados, motivo de orgulho por estarmos dando sequência ao trabalho de outros, visando sobretudo o exercício de uma função social com conduta ético/profissional, demonstrando que juntos estamos construindo uma advocacia consistente e respeitada”, ressalta Monteleone.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Stella Vicente | 13 de abril de 2024
Esquadrilha da Fumaça volta à Catanduva em maio
Por Guilherme Gandini | 13 de abril de 2024
Orquestra Facmol é atração na Praça da Matriz neste domingo
Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Hospitais da FPA participam da Oficina de Articuladores de Humanização