Detran-SP autua 26 motoristas durante ‘Direção Segura’ em Catanduva
No total, 509 veículos foram fiscalizados na ação promovida com apoio das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica
Foto: Reprodução/Diário do Transporte - Dirigir sob efeito de álcool e recusar-se a soprar o bafômetro são infrações gravíssimas
Por Da Reportagem Local | 19 de junho, 2024

A Operação Direção Segura Integrada (ODSI) realizada em Catanduva, no sábado, 15, registrou 24 recusas de motoristas ao teste do bafômetro e duas autuações por direção sob influência de álcool. A fiscalização do Detran-SP, que tem o objetivo de reduzir e prevenir os sinistros causados pelo consumo de bebida alcoólica combinado com direção, abordou 509 veículos no cruzamento das avenidas Theodoro Rosa Filho e Eng. José Nelson Machado. A iniciativa contou com o apoio de equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica.

Tanto dirigir sob efeito de álcool - quando o teste do etilômetro aponta o índice de até 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido - quanto recusar-se a soprar o bafômetro são consideradas infrações gravíssimas, segundo os artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Em ambos os casos, o valor da multa é de R$ 2.934,70 e o condutor responde a processo de suspensão da carteira de habilitação. Se houver reincidência no período de 12 meses, a pena é aplicada em dobro, ou seja, R$ 5.869,40, além da cassação da CNH.

Nos casos de embriaguez ao volante, que ocorrem quando o motorista apresenta índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do etilômetro, há configuração de crime de trânsito: se condenado, o motorista, além da multa e suspensão da CNH, cumpre de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”.

As operações de ODSI da última semana aconteceram em 12 cidades do Estado: Barretos, Botucatu, Bragança Paulista, Campos do Jordão, Catanduva, Diadema, Espírito Santo do Pinhal, Fernandópolis, São Carlos, São Paulo (Zona Oeste) , São Roque e São Vicente. No total, foram 7.807 veículos fiscalizados, resultando em 252 autuações por alcoolemia, sendo 237 recusas ao teste do bafômetro, dez por direção sob influência de álcool e cinco por crime de trânsito.

No mês passado, maio de 2024, o Detran-SP fiscalizou 53.389 veículos durante 68 operações em 60 cidades do Estado, 70% mais que em maio de 2023, que teve 40 operações. As ODSIs do chamado Maio Amarelo resultaram em 1.435 autuações por alcoolemia, sendo 1.354 recusas ao teste do bafômetro, 71 por direção sob influência de álcool e dez por crime de trânsito.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Especialista celebra criação de grupo de trabalho contra o bullying
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Veja dicas importantes para viajar com segurança nas férias de julho
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
AME Catanduva faz auditoria em prestadora de serviço