Depois de dois anos, Feira do Comércio de Catanduva será retomada em agosto
Ao todo, serão vendidos 53 boxes, que serão dispostos no Sesc Catanduva, sede já tradicional do evento
Foto: O REGIONAL - Em 2019, Feira do Comércio atraiu milhares de consumidores ao ginásio do Sesc
Por Da Reportagem Local | 29 de abril, 2022
 

Após dois anos sem ser realizada, a Feira do Comércio volta com força total em sua 33ª edição. O presidente do Sincomercio, Ivo Pinfildi Júnior, reuniu a imprensa, a diretoria do sindicato e comerciantes, na quinta-feira, 28, para anunciar o retorno da feira e a comercialização dos boxes.  

Ao todo, serão vendidos 53 boxes, que serão dispostos na sede do Sesc Catanduva, local oficial de realização da feira. Os boxes serão comercializados até o dia 30 de julho e a feira acontecerá de 24 a 27 de agosto. Uma preocupação apresentada pela diretoria do sindicato foi em manter os valores praticados em 2019, mesmo com a alta dos preços em todos os segmentos.  

“Hoje é um dia muito especial, pois conseguimos trazer essa boa notícia para os comerciantes. Com muito esforço, trabalhamos para conseguir manter os preços da última edição, mesmo com o aumento significativo em todos os setores. A preocupação do Sincomercio é ofertar o melhor para o comerciante, proporcionando meios para alavancar as vendas, com foco em alavancar a econômica. Logo no lançamento já vendemos 19 boxes”, detalha Pinfildi.   

Outra novidade é referente ao desconto especial de R$ 100 para os comerciantes que estão participando da campanha Show de Cupons Premiados. No ato da compra do box para a feira, o comerciante ganha o benefício.   

Para este ano a organização tem a expectativa de movimentar mais de R$ 1,5 milhão durante os quatro dias de evento, uma vez que a Feira do Comércio atrai consumidores de toda a região de Catanduva, além de visitantes de cidades mais distantes. Conforme o histórico, os organizadores afirmam que muitas pessoas deixam para comprar e aproveitar os descontos da feira.  

Coordenador do evento, Luís Paulo Moraes explica que os comerciantes conseguem manter qualidade x menor preço, tendo em vista a mudança de coleções e estoque. “Muitas vezes a grade de calçados fica ‘furada’ com apenas uma ou duas numerações disponíveis e esses calçados acabam sendo vendidos na feira, uma vez que não saíram na loja. No caso das roupas é a mesma coisa, a troca constante de coleções faz com que algumas peças fiquem paradas no estoque, sendo vendidas na feira por preço de custo.”  

No grande espaço de negócios para comerciantes e consumidores, estão previstas ofertas em calçados masculino, feminino, infantil e esportivo, roupas femininas, masculinas, infantil, Moda Cristã e Plus Size, games e acessórios para celular, óculos de sol e grau, maquiagem e produtos de beleza, além da praça de alimentação com padaria e confeitaria.  

Para mais informações, o contato do Sincomercio é (17) 3531-5900 ou diretamente na avenida Benedito Zancaner, nº 720, Jardim do Lago. 

 

 

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 23 de abril de 2024
Feira do Livro Espírita mantém tradição e vende 1,2 mil exemplares
Por Da Reportagem Local | 23 de abril de 2024
Enfermagem dos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos promove Abril Laranja
Por Da Reportagem Local | 23 de abril de 2024
Fameca abre inscrições para Simpósios de Cefaleia e de Epilepsia