Confirmada, Esquadrilha da Fumaça volta a Catanduva depois de 12 anos
Novas aeronaves, maiores e mais pesadas do que os modelos anteriores, não pousarão no Aeroclube, mas sim em São José do Rio Preto
Foto: ARQUIVO/AEROCLUBE - Esquadrilha da Fumaça estará em Catanduva no dia 28 de maio para exibição às 15h30
Por Guilherme Gandini | 20 de maio, 2022
 

A Prefeitura e o Aeroclube de Catanduva confirmaram esta semana que o Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), a popular Esquadrilha da Fumaça, vai se apresentar na cidade no dia 28 de maio, às 15h30. A última exibição da equipe de performances da Força Aérea Brasileira, a FAB, em Catanduva foi realizada em 18 de abril de 2010, há pouco mais de 12 anos.   

Na segunda feira, 17, o capitão Ícaro Furtado da FAB, integrante do EDA, foi até o aeroporto de São José do Rio Preto com a aeronave número 5 integrante da Esquadrilha da Fumaça. De lá pra Catanduva, o oficial veio por via terrestre com o intuito de conhecer o local da apresentação aérea. Também foi realizada reunião no gabinete do prefeito Padre Osvaldo.  

O encontro na Prefeitura mobilizou integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e do aeroclube. “As tratativas são fundamentais para que a demonstração aconteça com a maior segurança possível para a população, tanto para quem assiste, quanto para quem opta por ficar em casa”, destacou Furtado.  

Ficou definido que o local da demostração aérea será atrás do condomínio Lluminar e que o público poderá assistir ao show na rua Martinópolis, marginal da rodovia Washington Luís,   

De acordo com o gerente de Segurança Operacional do Aeroclube de Catanduva, Silvan Riciano Pulido, a demostração da FAB será realizada com sete aeronaves modelo Super Tucano A-29, que substituíram os antigos T-27 que equipavam a esquadrilha no passado.  

“Como as atuais aeronaves são maiores, bem como mais pesadas e velozes, as mesmas não pousarão na pista do Aeroclube de Catanduva, pelo fato da mesma possuir mil metros de comprimento, e o manual de operação da aeronave A-29 exige pista de 1,5 mil metros”, detalha. 

As sete aeronaves e a aeronave reserva, que ficará em solo, mais uma aeronave modelo Brasília, definida como aeronave de apoio, pousarão em Rio Preto no mesmo dia da apresentação, por volta das 10 horas, e de lá vão decolar para a demostração em Catanduva. Elas voltarão à cidade vizinha depois do show, saindo na manhã seguinte para exibição em Franca. 

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Myllayne Lima | 02 de julho de 2022
Paróquia Santa Rita de Cássia realiza festa junina com show e comidas típicas
Por Da Reportagem Local | 02 de julho de 2022
RÁPIDAS: Conjuntinho abre inscrições para aulas de taekwondo
Por Da Reportagem Local | 02 de julho de 2022
Relatório da Nielsen revela que 93% dos norte-americanos escutam rádio