Catanduva recebe mais de meio milhão para reforçar combate à dengue
Repasse foi anunciado pelo governo estadual, no início deste mês, aos municípios paulistas
Foto: Prefeitura de Catanduva - Secretaria de Saúde tem investido em ações de conscientização contra o Aedes
Por Guilherme Gandini | 18 de fevereiro, 2024

A Secretaria de Estado da Saúde pagou R$ 554 mil para a Prefeitura de Catanduva, na última quarta-feira, 14, para fazer frente à situação epidemiológica das arboviroses, em especial da dengue. O montante faz parte do aporte de R$ 200 milhões do tesouro estadual que foi destinado aos 645 municípios paulistas para enfrentamento direto ao mosquito.

A transferência financeira foi a primeira medida adotada pelo Centro de Operações de Emergências (COE) de combate ao Aedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, chikungunya e zika. O órgão foi criado no início deste mês pelo Governo de São Paulo.

“Com apoio técnico do Governo de SP e os recursos liberados hoje, as prefeituras poderão investir em suas redes de saúde e emergência, além de realizar ações de limpeza e comunicação em suas cidades”, destacou Felicio Ramuth, o governador em exercício na ocasião.

Os recursos podem ser utilizados para notificação, investigação e encerramento dos casos em tempo oportuno, com atenção especial aos casos graves e óbitos; na assistência aos pacientes com suspeita ou confirmação de dengue; organização dos pontos de atenção para prestar assistência e prover os insumos necessários para esta finalidade; realização e manutenção dos dados do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa); entre outras ações.

Além disso, mais de 600 equipamentos portáteis e pesados estão disponíveis para a utilização das cidades, em trabalho coordenado pela Defesa Civil Estadual, que intensificará em parceria com as Defesas Civis Municipais as visitas às residências e orientações aos cidadãos.

BOLETIM

Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no dia 6 de fevereiro, que é o mais recente disponível, Catanduva registrou 81 casos positivos de dengue em janeiro deste ano, mas havia, até a data, 307 exames com resultados pendentes.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Catanduva escala 77 posições e é 50ª no Ranking das Cidades Sustentáveis
Por Guilherme Gandini | 12 de abril de 2024
Prefeitura e Polícia Militar firmam convênio para Atividade Delegada
Por Stella Vicente | 12 de abril de 2024
Educação define a grade de atividades do projeto ABC do Saber