Campanha Leão Amigo faz prestação de contas e busca fortalecimento
Reunião será na noite de quinta-feira, no auditório da Prefeitura, com conselheiros municípios e organizações beneficiadas
Foto: Arquivo/O Regional - Nilton Vieira da Cruz explica a campanha Leão Amigo, em abril do ano passado
Por Guilherme Gandini | 08 de maio, 2024

Será realizada na quinta-feira, 9, às 19h30, no auditório Prof. Edgard Antunes, no piso térreo da Prefeitura de Catanduva, reunião de lideranças da campanha Leão Amigo do Imposto de Renda, que busca conscientizar a população sobre a destinação de valores às entidades sociais do município. A ação é encabeçada pela Arcos - Associação e Rede de Cooperação Social.

O público-alvo do encontro são os integrantes do Conselho Municipal do Idoso e do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), além das organizações beneficiadas, como Apae, Paulo de Tarso, Lola Zancaner, Pão Nosso, Casa de Apoio à Criança, Educandário São José, IDVC, Legião Mirim, Cidadão do Futuro, Creas, Projeto Pescar, Filhos da Graça, Apia, Rasc, Apeog, Renapsi, Corujas do Bem, AVCC e Rede Cidadã, que estão inscritas no CMDCA.

Além dessas, participam os representantes do Recanto Monsenhor Albino, Recanto Nosso Lar, Vila São Vicente, junto ao Paulo de Tarso e IDVC, que estão inscritas no Conselho do Idoso.

“Todas essas organizações são beneficiadas quando as pessoas, ao declararem imposto de renda, deixam uma fatia importante na cidade”, reforça o presidente da Arcos, Nilton Marto Vieira da Cruz, idealizador e coordenador da campanha Leão Amigo desde 2018.

A reunião, segundo ele, apresentará números desde o início da campanha. “São números relevantes e o objetivo é envolver os contadores, os contabilistas, nós estamos sempre insistindo para que eles participem dessas reuniões porque eles são instrumentos para convencer os seus clientes a destinarem a parcela do imposto de renda para os nossos fundos municipais”, diz.

O potencial de destinação do IR às entidades, em Catanduva, é estimado em R$ 5 milhões. “Nós estamos arrecadando muito pouco ainda. Então, pessoal, atenção, participe, contadores envolvam-se na campanha e nos encontramos na reunião da próxima quinta-feira”, convida.

Em 2023, foram registradas 118 destinações ao Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente, que somaram R$ 205,2 mil, e 98 ao Fundo dos Direitos da Pessoa Idosa, com valor global de R$ 182,9 mil, totalizando R$ 388,1 mil em 216 destinações efetivadas. Os dados são Receita Federal.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Especialista celebra criação de grupo de trabalho contra o bullying
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
Veja dicas importantes para viajar com segurança nas férias de julho
Por Da Reportagem Local | 14 de julho de 2024
AME Catanduva faz auditoria em prestadora de serviço