Bax Catanduva sofre derrota para equipe fluminense em partida no Rio de Janeiro
Placar terminou em 96 a 88 com o jogo disputado na Arena Sodiê
Foto: Dikran Jr - Ala-pivô catanduvense Fernanda Sena anotou 26 pontos, superando sua própria marca
Por Da Reportagem Local | 05 de abril, 2022
 

A vitória coletiva pode não ter vindo, mas os recordes pessoais marcaram a partida entre Sodiê Doces/Mesquisa/LSB e Bebidas Poty/Tietê/Bax Catanduva. As duas equipes protagonizaram um dos melhores jogos da temporada na noite de sábado, 2 de abril.  

Ao final, a equipe fluminense venceu por 96 a 88 o jogo disputado na Arena Sodiê, pela fase de classificação da Liga de Basquete Feminino (LBF).  

Quem superou sua própria marca na competição foi a ala-pivô catanduvense Fernanda Sena, que anotou 26 pontos, superando em 10 sua pontuação na vitória sobre a Pró-Esporte/Sorocaba. 

“Tive números importantes nessa partida, mas tudo graças às minhas companheiras de equipe que acreditaram em mim e me ajudaram a bater novamente meu recorde de pontos na LBF. Individualmente, fiquei feliz por dar mais um passo rumo aos meus objetivos, mas triste pela derrota, que era o mais importante para nós. Vamos trabalhar em cima disso para melhorarmos”, comenta a ala-pivô Fernanda. 

Já a ala-armadora Thaissa teve seu melhor jogo em 2022, com 26 pontos. Atuando durante os 40 minutos, a armadora Natalia teve duplo-duplo de 18 pontos e 10 assistências. 

Thayná, da LSB, bateu o recorde pessoal e da temporada, com 40 pontos e um duplo-duplo de 12 rebotes, rendendo a ela o troféu GOL Linhas Aéreas de Melhor Jogadora da Partida 

JOGO DISPUTADO 

Em uma partida acirrada, as paulistas partiram para cima e dominaram o placar na primeira parcial, com a dupla Natalia e Thaissa puxando a ofensiva catanduvense (17x26). Porém, a equipe da casa não mediu esforços para encostar no placar. Após 20 minutos, a vantagem ainda era das visitantes, mas por apenas uma posse de bola (41x43 no intervalo). 

A decisão ficou para o último período. O placar ficou apertado até os quatro minutos finais, quando Thayná impulsionou a arrancada das donas da casa rumo à primeira vitória no ano. “Gostei do jogo, que foi muito equilibrado, intenso, com muita marcação e vontade de vencer”, diz o treinador Cesamar Fernandes. 

Segundo ele, mesmo com o domínio no início da partida e a alternância no placar, sua equipe sabia que o adversário iria reagir. 

“Tivemos um lapso, tomando 11 pontos a zero no segundo quarto, o que fez a diferença. Conseguimos empatar, virar, voltamos a ficar atrás. No final, na hora de decidir, não tivemos tranquilidade e eficiência para finalizar. A Thayná, jogadora de Seleção Brasileira, acabou chamando a responsabilidade, fez a diferença e decidiu”, analisa. 

Para ele, sua equipe tem mostrado vontade de vencer e não desiste de buscar a vitória até o último segundo e, a cada jogo, mostra melhoras na atuação. Porém, a parte defensiva ainda precisa melhorar, uma vez que o time segue desfalcado, tendo apenas uma jogadora na função de pivô, dificultando rebotes e a marcação de atletas mais altas e fortes. 

“O jogo foi bastante disputado do começo ao fim. Acabamos o terceiro quarto com empate e fomos pro último quarto no tudo ou nada. Os últimos minutos foram decisivos e não conseguimos segurar, porém, não desistimos. Foi uma ótima partida para os dois lados”, finaliza Fernanda. 

COMPROMISSO 

O Bebidas Poty/Tietê/Bax Catanduva volta a jogar no próximo sábado, 9, às 18 horas, no Ginásio Anuar Pachá, em Catanduva, contra o invicto Sesi Araraquara. 

 

 

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Guilherme Gandini | 23 de junho de 2024
Há 29 anos, atleta catanduvense registrava seu nome no Guinness Book
Por Da Reportagem Local | 23 de junho de 2024
Grêmio Novorizontino tem duelo em Recife, amanhã, pelo Brasileirão
Por Guilherme Gandini | 20 de junho de 2024
Catanduva, Tabapuã e Itajobi celebram sucesso de atletas no Paulista de Judô