Bax Catanduva se despede da LBF com outra derrota no ABC paulista
Equipe conseguiu apenas três vitórias em 20 partidas depois da reformulação completa no início da temporada
Foto: Jorge Bevilacqua - Barbara fez 15 pontos contra o Santo André na despedida do Bax Catanduva
Por Guilherme Gandini | 05 de junho, 2024

O Bax Catanduva perdeu para o AD Santo André, na noite de segunda-feira, em seu último compromisso pela LBF, a Liga de Basquete Feminino de 2024. O placar terminou em 87 a 74 para o time do ABC, que confirmou a quarta colocação geral da primeira fase e a vaga nos playoffs. Já o Bax se despediu do torneio nacional e poderá terminar com a lanterna da competição.

Em quadra, o time do treinador Rafael de Souza teve com 23 pontos da capitã, Tassia. A camisa 30 foi a cestinha do jogo e a Melhor Jogadora da Partida, com 5 bolas de três, 8 rebotes e 20 de eficiência. A armadora Beatriz teve 13 pontos e 7 assistências.

Já o Bax teve quatro titulares concentrando a pontuação, com destaque para a pivô Bianca, que teve 20 contra sua equipe formadora. Barbara marcou outros 15, seguida por Thaissa (13) e a aniversariante, Fernanda Sena (12).

Com 13 vitórias em 19 jogos, Santo André não pode mais alcançar o terceiro, Sesi Araraquara – que tem 14 triunfos e leva a melhor no confronto direto – e nem pode ser alcançado pelo Unimed Campinas, que tem 11 vitórias e apenas uma partida pela frente.

Eliminado na partida anterior, o Bax Catanduva se despediu da LBF com apenas três vitórias em 20 partidas, ou seja, 15% de aproveitamento. O time agora se volta para os torneios regionais do segundo semestre, o que inclui o Campeonato Paulista.

Para a atleta e presidente do Bax, Natália Burian, o que mais pesou para a campanha ruim foi a renovação completa feita no início da temporada. “Você desmanchar um time, não permanecer pelo menos umas quatro ou cinco. A gente perdeu nossas principais jogadoras. Então, a gente teve que reformular essa equipe e ainda está em fase de construção”, declarou a dirigente.

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Guilherme Gandini | 23 de junho de 2024
Há 29 anos, atleta catanduvense registrava seu nome no Guinness Book
Por Da Reportagem Local | 23 de junho de 2024
Grêmio Novorizontino tem duelo em Recife, amanhã, pelo Brasileirão
Por Guilherme Gandini | 20 de junho de 2024
Catanduva, Tabapuã e Itajobi celebram sucesso de atletas no Paulista de Judô