Avançam as obras de reforma da Ala Verde do Hospital Emílio Carlos
Foco está na ampliação dos leitos, que vão aprimorar o atendimento aos pacientes do SUS
Crédito: Comunicação/FPA - A previsão de término da reforma está estabelecida para janeiro de 2024
Por Da Reportagem Local | 19 de novembro, 2023

Parceria da Fundação Padre Albino e da Associação de Assistência ao Hospital Emílio Carlos (AEC), a reforma da Ala Verde vai aprimorar o atendimento aos pacientes do SUS. O objetivo é qualificar e proporcionar ambiente mais acolhedor, a partir da transformação de quartos coletivos de até quatro leitos em espaços mais íntimos, totalizando 21 leitos equipados em amplo espaço de 600 m².

“Os leitos contarão com piso de granilite, garantindo durabilidade e facilidade de limpeza”, destaca o engenheiro civil da Fundação, Edegar Durigan Júnior. As etapas iniciais da obra, incluindo o serviço de alvenaria, foram concluídas. “Atualmente, a equipe está focada no início da pintura, com paredes e reboco finalizados. As tubulações hidráulica e elétrica já estão instaladas, batentes colocados, e a execução do forro de gesso nos quartos está em andamento”, detalha o engenheiro.

Os pontos de hidráulica e drenos de ar condicionado foram posicionados para otimizar o funcionamento e conforto dos novos quartos. A previsão de término é para janeiro de 2024.

De acordo com informações da AEC, já foram reformadas as alas Azul (C2 par), Roxa (C2 ímpar) e Amarela (C3 ímpar) do Hospital Emílio Carlos. O investimento na modernização da Ala Verde (C3 par) será de R$ 1,380 milhão. Serão $ 934,5 mil da AEC, com 12 patrocinadores que custearam 10 parcelas de R$ 7.787,50 cada, e mais R$ 445,5 mil da Fundação Padre Albino.

A AEC é uma associação sem fins lucrativos, de caráter social, composta por empresários, profissionais liberais e altos funcionários de importantes empresas e instituições financeiras. A primeira reforma, da Ala Azul, foi entregue em março de 2015, com R$ 600 mil investidos. O valor se repetiu para a obra seguinte, da Ala Roxa, entregue em março de 2019. Já a Ala Amarela custou R$ 1,3 milhão.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Guilherme Gandini | 22 de maio de 2024
No dia de Santa Rita, paróquia apresenta projeto da Igreja São Sebastião
Por Guilherme Gandini | 22 de maio de 2024
Campanha Maio Amarelo tem abordagens no pedágio e base policial
Por Da Reportagem Local | 22 de maio de 2024
FPA participa de encontro sobre doação de órgãos e transplante renal