Teatro Municipal recebe Pinóquio em março; ingressos estão à venda
Com texto e direção de Daniel Neves, espetáculo relembra a obra de Carlo Collodi, que ainda continua atual na sociedade
Crédito: Divulgação - Espetáculo, como todos que contam uma grande história, é para todas as idades
Por Da Reportagem Local | 25 de fevereiro, 2024

O Teatro Municipal Aniz Pachá receberá a peça teatral “Pinóquio” no dia 14 de março, às 19h30, com produção de Mídia Produções Artísticas. Com texto e direção de Daniel Neves, a montagem relembra a obra de Carlo Collodi, que ainda continua atual na sociedade.

O espetáculo, como todos que contam uma grande e permanente história tal qual a do boneco de madeira, é para todas as idades. Ainda assim, tem como público alvo as crianças, visto que a encenação, figurinos, sonoplastia e luz privilegiam o universo infantil, de modo a destacar ferramentas que realçam a importância do lúdico no processo de aprendizagem.

A companhia mambembe de contadores de história “Atalhos e Retalhos” traz a Catanduva obra que valoriza a moral e permanentemente reforça valores e discute a importância de ações como o respeito aos pais, a necessidade de ir à escola, o caráter negativo da mentira, entre outros.

Os contadores narram e vivem essas aventuras, em um jogo de cena no qual bonecos, malas e palavras são costuradas para que revivam as experiências de Pinóquio e seu pai Geppeto, conhecendo significativos personagens, aprendendo e crescendo junto com o boneco que sonha em ser menino, com a dedicação do pai amoroso e as valiosas ideias deixadas de maneira inteligente e profunda pelo escritor.

Os ingressos estão à venda na loja Cute Case, no Garden Shopping Catanduva. O telefone para contato é (17) 3523-4568. Há também a opção de comprar online pelo site bilheteriaexpress.com. O valor do ingresso é R$ 30 a meia-entrada; R$ 50 a inteira comprada antecipadamente; e R$ 60 no dia do espetáculo. O jornal O Regional, a Vox FM e a Netflex são apoiadores do evento cultural.

ANÁLISE DA CRÍTICA

Dib Carneiro Neto, uma das maiores referências de teatro para crianças no Brasil, diz que Pinóquio já foi adaptado pelo teatro em inúmeras produções. Mas nesta, em específico, o boneco de madeira criado por Carlo Collodi ganha versão que prioriza a importância de estudar e ir à escola, ou seja, o direito à educação, em detrimento do lado mais conhecido do personagem, sua faceta de mentiroso.

“O nariz de Pinóquio não fica crescendo e diminuindo, nesta montagem, como é muito comum”, disse Carneiro Neto. Para ele, Daniel Neves, que assina direção e texto e ainda é ator, exibe agilidade corporal invejável, com a elasticidade necessária para imitar os gestos de um boneco aprendendo a ser gente. O crítico ainda destaca a trilha, feita por Milton Verderi, e também o prólogo.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Catanduvense relembra Carnavais, Padre Albino e figuras ilustres
Por Guilherme Gandini | 13 de abril de 2024
Estação Cultura de Catanduva é tema de estudo de pesquisador da USP
Por Da Reportagem Local | 13 de abril de 2024
Apae Catanduva recebe fase regional do Festival Nossa Arte