Professor fala sobre importância e significado do Dia do Hino Nacional Brasileiro
Música composta em 1822 foi apresentada na despedida de Dom Pedro I em abril de 1831
Foto: DIVULGAÇÃO - Thiago Baccanelli pontua o significado de trechos do hino nacional
Por Myllayne Lima | 13 de abril, 2022

Nesta quarta-feira, dia 13 de abril, é celebrado o Dia do Hino Nacional Brasileiro. A data foi escolhida porque, em 13 de abril de 1831, a música composta em 1822 pelo maestro e professor Francisco Manuel da Silva foi apresentada na despedida de Dom Pedro I, que voltou para Portugal, deixando o trono para seu filho, Dom Pedro de Alcântara. 

“O Dia do Hino Nacional é comemorado em 13 de abril, porque na mesma data, no ano de 1831, a música, elaborada no ano de 1822, ano em que a Independência do Brasil ocorreu, pelo maestro e professor Francisco Manuel da Silva, foi executada pela primeira vez em público. A execução se deu pelo fato da despedida de D. Pedro I, que retornava para Portugal, na época da abdicação do trono em favor de seu filho, futuro D. Pedro II. O hino foi escrito na época da Independência do Brasil em relação a Portugal, onde é possível perceber várias referências do fato na letra do hino”, explica o professor de história Thiago Baccanelli. 

O educador destaca que o hino é um símbolo nacional. “O hino é um símbolo do nacionalismo brasileiro, que ganhou grande força no século XIX, em épocas de independências do continente americano. Além disso, como símbolo nacional, o hino, ao ser entoado, faz sempre um resgate da história do Brasil e o respeito à pátria, trazendo muita emoção e recordação histórica.” 

Baccanelli também pontua o significado de trechos do hino nacional, começando pelo primeiro parágrafo: “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas, de um povo heroico o brado retumbante. E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, brilhou no céu da pátria nesse instante”. “Essa primeira parte faz referência ao 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, em 1822, onde, nas calmas margens do rio Ipiranga, em São Paulo, D. Pedro proclama o grito forte de Independência, ouvido pelo provo brasileiro. A importância do ato foi tão grande que o sol da liberdade aparece nesse momento, em raios intensos.” 

Outro destaque é o trecho “Se o penhor dessa igualdade, conseguimos conquistar com braço forte. Em teu seio, ó liberdade, desafia o nosso peito a própria morte!”. “Mais uma vez o trecho faz referência ao processo de Independência do Brasil. Se foi conquistado com braço forte, garantindo uma igualdade política com Portugal, sendo agora livre e independente, lutaremos até a morte para defender essa liberdade. O poeta personifica a Liberdade, expressando como se no coração dela o nosso peito é capaz de desafiar a própria morte.” 

Por fim, Thiago fala sobre a parte “dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!”. “Aqui o autor representa o amor que a pátria (Brasil) tem em relação aos brasileiros. É uma mãe gentil para com seus filhos brasileiros e muito amada por eles.” 

Autor

Myllayne Lima
Repórter de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 18 de abril de 2024
Sesc Catanduva apresenta ‘É pra Jazz’ com Henrique Mota Trio esta noite
Por Da Reportagem Local | 18 de abril de 2024
Feirart volta a ser realizada em Catanduva no mês de maio
Por Guilherme Gandini | 17 de abril de 2024
Artistas brasileiros expõem obras no Salão de Arte de Luxemburgo