Exposição ‘Uma Pintura Autista’ pode ser apreciada até esta sexta-feira 
Iniciativa do Corujas do Bem faz parte da programação dos 104 anos da cidade 
Foto: DIVULGAÇÃO - Anahi Vitória Silva pintou imagem dos ipês rosas e da Praça da República
Por Guilherme Gandini | 29 de abril, 2022
 

A Pinacoteca Municipal João Nasser, o histórico Castelinho, encerra nesta sexta-feira, 29, o período de visitação da exposição “Catanduva: Uma Pintura Autista”. A mostra é promovida pelo projeto Corujas do Bem como parte da programação alusiva ao aniversário de 104 anos da cidade e ao mês de conscientização sobre o autismo.  

O trabalho de acrílico sobre tela foi produzido pelas crianças autistas durante as aulas de artes, da professora Silvia Rubiano. “A arte é um grande estímulo. Eles demonstram melhorias na coordenação motora, observação de detalhes, notam diferentes tons das cores. Ao longo de 5 anos de trabalho, receberam medalhas e prêmios e isso é muito importante para eles”, frisa.   

De acordo com a educadora, que desenhou as imagens para que as crianças fizessem a pintura, estão contemplados nas pinturas a própria Pinacoteca, Estação Cultura, Secretaria de Educação, Igreja Matriz de São Domingos, Praça da República, rio São Domingos na florada dos ipês rosas e duas imagens da Sé Catedral Nossa Senhora Aparecida.   

O projeto Corujas do Bem oferece todas as terapias adequadas para o autismo e atende 52 crianças de Catanduva e região de forma gratuita. A entidade fica na rua Igarapava, 294, Jardim Alpino. A Pinacoteca Municipal permanece aberta para visitas das 8h às 17h.

 

Autor

Guilherme Gandini
Editor-chefe de O Regional.

Por Da Reportagem Local | 21 de abril de 2024
Circuito Sesc de Artes envolve seis municípios da região no mês de maio
Por Da Reportagem Local | 21 de abril de 2024
Flor de Chita encerra circulação de ‘Tarsila’ com público de 1,5 mil pessoas
Por Stella Vicente | 21 de abril de 2024
Filhos da Lua celebra 23 anos hoje com evento especial