Presidente da Abran lista 5 erros que não devem ser cometidos na folia
Médico nutrólogo Durval Ribas Filho, de Catanduva, indica cuidados para manter disposição e evitar prejuízos à saúde
Foto: Reprodução/Band/UOL - Cuidados possibilitam que o corpo esteja em forma e com disposição para a folia
Por Da Reportagem Local | 08 de fevereiro, 2024

É um desafio resistir ao ritmo do Carnaval e haja energia para poder aproveitar tanta animação. Para garantir a diversão, sem surpresas, é importante tomar alguns cuidados para que o corpo esteja em forma, com disposição, e que se possa evitar qualquer prejuízo para saúde.

Mas é possível uma “folia saudável”? Para o professor doutor Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), a resposta para a pergunta é sim, se a alimentação for equilibrada nos dias de festa e também no pós-Carnaval.

Ele também recomenda muita hidratação, controle no consumo de bebidas alcoólicas e nada de exageros se a pessoa for sedentária, para evitar o risco de lesões. Comida leve – com muitas frutas, legumes e verduras - e não ficar longos períodos sem comer, podem ajudar no fôlego.

1. COMER DEMAIS

Não exagere, se a ideia é ter energia para aguentar os dias de folia. Comer demais pode provocar maior esforço do organismo para absorver toda energia, resultante do consumo em excesso, principalmente de alimentos ricos em gordura, carboidratos e bebidas alcoólicas.

2. ABUSAR DE CARBOIDRATOS E GORDURAS

O ideal é optar por cardápio com variedade de saladas, incluindo vegetais escuros como couve, rúcula, agrião, que ajudam no processo de desintoxicação natural e funcionam na proteção hepática. Entre as carnes, prefira as menos gordurosas, peixes e aves assados e menos fritura. Na sobremesa frutas e pouco açúcar.

3. BEBER POUCA ÁGUA

Não basta beber água apenas quando temos sede e em grandes quantidades, o que pode sobrecarregar o organismo. O ideal é ingerir várias vezes, com intervalos médios de 2 horas e porções de 300 ml. Uma boa hidratação é essencial para limpar o organismo e contribuir para evitar desequilíbrios entre os órgãos. Se tiver calor e se houve um excesso no consumo de álcool, a ingestão de água é primordial, pois ajuda a eliminar possíveis inchaços, causados pela retenção de líquido e excesso de sódio, devido o maior consumo de alimentos ricos em sal e processados.

4. PREFERIR BEBIDAS AÇUCARADAS

Escolha água natural ou água de coco. Também pode se consumir chás e sucos naturais, de preferência sem açúcar. Como nosso corpo também absorve água dos alimentos, bebidas açucaradas, como refrigerantes, chás adoçados, néctares e refrescos prontos, não são as melhores fontes para repor o líquido perdido na folia.

5. EXAGERAR NO ÁLCOOL

O consumo de bebidas alcoólicas sempre aumenta no Carnaval, pois não faltam opções. Como algumas pessoas não resistem, a ingestão deve ser de forma consciente e moderada. O ideal é até duas doses para mulheres e três para os homens, o equivalente a 330ml de cerveja, 100 ml de vinho ou 30 ml de bebidas destiladas. O álcool é metabolizado principalmente pelo fígado. O excesso pode provocar intoxicação aguda e sistêmica, causando os sintomas da famosa ressaca. A ideia não é se privar, mas ter cautela. A dica é intercalar bebidas alcoólicas com água.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 28 de fevereiro de 2024
Portal ‘Dengue 100 Dúvidas” está disponível para informar população
Por Da Reportagem Local | 28 de fevereiro de 2024
Saúde disponibiliza sedação para procedimentos odontológicos na UPA
Por Da Reportagem Local | 28 de fevereiro de 2024
Paciente em tratamento contra o câncer é surpreendida por Ana Castela