Percentuais de endividados e inadimplentes são os maiores em 12 anos
Índice de endividados chegou a 77,7% em abril
Foto: MARCELO CAMARGO - Segundo a CNC, o cartão de crédito é o principal motivo das dívidasc
Por Agência Brasil | 02 de maio, 2022

As parcelas de famílias endividadas (com dívidas em atraso ou não) e inadimplentes (com dívidas e contas em atraso) atingiram os maiores valores em 12 anos, em abril deste ano, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O percentual de endividados chegou a 77,7% em abril, o maior nível desde o início da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência (Peic), da CNC, em janeiro de 2010. Em abril de 2021, as famílias com dívida eram 67,5%. Em março deste ano, eram 77,5%.

Já o percentual de inadimplentes chegou a 28,6%, o segundo maior nível da pesquisa, ficando abaixo apenas da taxa de janeiro de 2010 (29,1%). Em março deste ano, a parcela era de 27,8%, enquanto em abril de 2021 chegava a 24,2% (4,4 pontos percentuais abaixo do registrado em abril deste ano). 

As famílias que não terão condições de pagar suas dívidas chegaram a 10,9% em abril deste ano, acima dos 10,8% do mês anterior e dos 10,4% de abril do ano passado. Essa também é a taxa mais alta desde julho de 2021, quando foram registrados os mesmos 10,9%.

O cartão de crédito é o principal motivo das dívidas. Entre as famílias endividadas, 88,8% têm dívidas com o cartão.

O tempo de comprometimento com as dívidas ficou em 7,1 meses, abaixo dos 7,2 meses de março, mas acima dos 6,8 meses de abril de 2021.

Autor

Agência Brasil
Agência Brasil.

Por Agência Brasil | 17 de agosto de 2022
Dólar sobe para R$ 5,16 após ata do Banco Central americano
Por Agência Brasil | 16 de agosto de 2022
Promulgada lei que simplifica regras trabalhistas em novas calamidades
Por Agência Brasil | 16 de agosto de 2022
Moraes defende democracia e sistema eleitoral em discurso de posse