Ipem-SP recomenda cuidados na compra de máscaras e fantasias
Todos os produtos devem contar na etiqueta as informações obrigatórias em português
Foto: BRASIL ESCOLA - Acessórios de fantasia são classificados como brinquedo e devem ter selo do Inmetro
Por Da Reportagem Local | 22 de outubro, 2022

Com a proximidade do Halloween, também chamado de dia das bruxas, e para que os consumidores possam aproveitar as festas com segurança, o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado e órgão delegado do Inmetro, compartilha dicas que devem ser observadas na hora de adquirir fantasias e máscaras.

Todas as fantasias devem conter na etiqueta as seguintes informações obrigatórias em português: dados do fabricante ou importador, CNPJ, país de origem, composição têxtil, cuidados de conservação e indicação de tamanho. Esses dados ajudam, por exemplo, a evitar possíveis reações alérgicas a determinados tipos de tecido.

Muitas fantasias usam máscaras ou incluem acessórios. Os acessórios de fantasia são classificados como brinquedo e, portanto, devem apresentar o selo do Inmetro. Máscaras, por exemplo, podem causar asfixia e outros brinquedos podem ter peças pequenas que podem ser engolidas. Assim, verifique a faixa etária, descrita na embalagem do produto, e lembre-se sempre de procurar o selo do Inmetro na embalagem.

O consumidor deve observar sempre o local da compra que seja realizada no mercado formal, para evitar produtos falsificados e que contenham informações incorretas. É importante sempre solicitar a nota fiscal, esse documento é a única garantia no caso da reclamação de algum direito, troca ou manutenção.

CONFIRA AS DICAS

Fantasias: atenção em relação aos tecidos das fantasias. Fantasias muito quentes podem ser prejudiciais à saúde, principalmente, das crianças.

Acessórios: a atenção a máscaras, que podem causar asfixia.

Maquiagem: podem causar alergia e lesões em crianças.

Brinquedos: devem apresentar o selo do Inmetro com observação à faixa etária indicativa na embalagem.

Decoração: a decoração deve evitar materiais inflamáveis. Velas não são recomendadas.

Iluminação: utilizar luminárias com o selo do Inmetro, instaladas de forma adequada.

DENUNCIE

Em caso de dúvida, ou para fazer alguma denúncia, o cidadão deve entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-SP por meio do telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, ou enviar e-mail para ouvidoria@ipem.sp.gov.br. 

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Guilherme Gandini | 22 de maio de 2024
No dia de Santa Rita, paróquia apresenta projeto da Igreja São Sebastião
Por Guilherme Gandini | 22 de maio de 2024
Campanha Maio Amarelo tem abordagens no pedágio e base policial
Por Da Reportagem Local | 22 de maio de 2024
FPA participa de encontro sobre doação de órgãos e transplante renal