HCC mostra superação com campanha baseada em histórias reais
Iniciativa traz fotos dos pacientes durante o tratamento e depois que concluíram a trajetória, junto a depoimentos e finais felizes
Foto: Arquivo Pessoal - Juliana Devitto Farias conta como teve a vida transformada após passar pela doença
Por Da Reportagem Local | 09 de maio, 2023

São vidas - e cada uma delas com uma história diferente de desafios e superação. Com o objetivo de mostrar à comunidade as histórias de quem realiza tratamento oncológico e conta com a ajuda dos moradores de Catanduva e região, que promovem e apoiam campanhas e eventos para auxiliar no custeio do tratamento do SUS, a Fundação Padre Albino lançou a campanha do HCC - Hospital de Câncer de Catanduva “Com amor escrevemos histórias reais”.

A iniciativa mostra fotos dos pacientes, durante o tratamento, e fotos atuais, depois que concluíram a trajetória de consultas, exames, cirurgias, quimioterapias e radioterapias contra o câncer e o depoimento de quem, com coragem, venceu.

“Contamos com a ajuda de voluntários, parceiros, comunidade e empresas que nos auxiliam com doações de alimentos e promovem eventos com renda revertida para o hospital. Com essa campanha queremos mostrar para eles as vidas que nos ajudam a salvar quando doam para o HCC”, explicou Renata Rocha Bugatti, diretora de Saúde e Assistência Social da Fundação Padre Albino.

“A campanha retrata os pacientes e traz breves depoimentos de como foi passar pela doença. É nossa forma de agradecer quem nos ajuda e mostrar para quem está começando a tratar o câncer que a doença tem cura e que, apesar de todo o medo da doença, nós escrevemos histórias reais e com finais felizes por aqui”, salienta a coordenadora de Marketing da FPA, Maria Cândida Gil Fernandes Vitral.

A campanha está em circulação em todas as mídias. As pacientes Juliana Jantorno Pavanello, Silvana Alves Doré Dias, Juliana Devitto Farias e Flávia Aparecida da Silva Mello, em seus relatos, falam como tiveram a vida transformada após passar pela doença. Uma verdadeira reviravolta e mudança de hábitos para melhor.

“Todo esse trabalho só é possível graças aos voluntários e empresas parceiras que nos auxiliam. Nossos pacientes, pelo atendimento que receberam, passam a ser voluntários da causa também”, finaliza o coordenador de Captação de Recursos, Julio Cesar Luiz.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 23 de junho de 2024
Médico alerta que pedra na vesícula atinge até 20% da população adulta
Por Da Reportagem Local | 19 de junho de 2024
Unimed Pela Vida reúne colaboradores no Hemonúcleo de Catanduva
Por Guilherme Gandini | 18 de junho de 2024
Catanduva confirma mais duas mortes por dengue e chega a seis no ano