Fundação Padre Albino inicia expansão do Hospital Emílio Carlos
Novo prédio vai ampliar e qualificar o atendimento aos pacientes; obra demandará contrapartida ambiental
Foto: Imagem/Reprodução - Novo prédio do Emílio Carlos terá UTI e Setor de Hemodiálise que estava no HPA
Por Da Reportagem Local | 03 de julho, 2024

A Fundação Padre Albino iniciou em junho, no Hospital Emílio Carlos, o Movimento III do projeto Design do Futuro, que prevê a construção de prédio com recepção, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Central de Materiais Esterilizados, Almoxarifado, novo Serviço de Hemodiálise - que será transferido do Hospital Padre Albino, e sala de simulação realística da área de Educação.

Para o início das obras, todo o fluxo de veículos e área de serviços foram remanejados. Os impactos da expansão estão sendo geridos conforme práticas de governança ambiental, social e corporativa (ESG) da Fundação.

“Firmamos Termo de Compromisso de Recuperação Ambiental com a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura do município para o plantio de 1.232 árvores nativas no Recanto Monsenhor Albino como compensação pela área afetada na ampliação do hospital”, destaca o engenheiro civil Edegar Durigan Júnior.

Denominados ‘Movimentos I, II e III’, as ações de melhoria e ampliação da infraestrutura acontecem simultaneamente nos hospitais Padre Albino e Emílio Carlos.

MOVIMENTO 1

A primeira etapa do projeto se refere à remodelação e reforma da recepção do Hospital Padre Albino, na rua Belém, que está com 97% das obras concluídas e tem inauguração prevista para este trimestre.

A reforma inclui nova fachada, preservando a arquitetura original, jardinagem externa, espaço gourmet, guichês de atendimento, com entrada por controle eletrônico, Serviço Social, acesso à nova Maternidade e torre com dois novos elevadores de dupla saída, com capacidade para até 20 pessoas e acesso aos cinco andares de internação.

“A retirada dos andaimes e a limpeza do piso já começaram. Com a chegada da mobília, estamos nos aproximando da inauguração”, afirma Durigan.

MOVIMENTO 2

O segundo movimento contempla a construção de novo edifício que vai abrigar o Pronto Atendimento e outros serviços do Hospital Padre Albino, na rua Manaus. Com 21% das obras concluídas, o prédio, com área de mais 6.000m², terá tecnologia de ponta, oferecendo conforto e maior qualidade nos serviços prestados aos pacientes.

Em agosto será instalada a estrutura da passarela aérea, sobre a rua 13 de Maio, interligando o novo prédio ao complexo principal. “A instalação da passarela irá beneficiar colaboradores, médicos e pacientes, garantindo agilidade e com isso qualificando a assistência”, garante a diretora de Saúde e Assistência Social, Renata Bugatti.

Com estrutura metálica e de vidraçaria, a instalação da passarela demandará operação complexa, sendo necessária a interdição da rua 13 de maio, com alteração do fluxo de veículos. “Medidas de segurança já foram planejadas juntamente com a Secretaria Municipal de Trânsito e serão implementadas nas áreas afetadas”, complementa Durigan.

Nova era para a saúde regional

Segundo Reginaldo Donizeti Lopes, presidente da Diretoria Executiva da Fundação Padre Albino, Catanduva e região merecem este avanço na área da saúde. “Nossos hospitais se destacam pela dedicação à saúde, tornando-se líderes no segmento. O projeto Design do Futuro vai estabelecer nova referência em atendimento e assistência médica, com instalações modernas e equipamentos de última geração, garantindo o bem-estar dos pacientes e elevando o padrão dos nossos serviços”, diz.  

Os três movimentos juntos somam investimento de R$ 117 milhões, sendo que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de parte desse valor - R$ 70 milhões.

Reginaldo destaca o apoio dos Conselhos de Curadores e de Administração e o trabalho de dois anos do Centro de Serviços Compartilhados/CSC e da assistência hospitalar, fundamentais para obtenção do financiamento, sem intermediário bancário e necessidade de contratação de assessores externos, o que gerou grande economia para a instituição.

“A Fundação foi uma das poucas instituições do terceiro setor a obter esse tipo de financiamento diretamente do BNDES”, comemora.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 18 de julho de 2024
Novo aparelho de ultrassom otimiza atendimento na saúde pública
Por Da Reportagem Local | 18 de julho de 2024
Hospital de Base promove evento de anestesiologia na sexta e sábado
Por Da Reportagem Local | 17 de julho de 2024
Férias e celular: fisioterapeuta faz alerta sobre a saúde das crianças