Chocolates ricos em cacau fazem bem à saúde e melhoram emocional, dizem especialistas
Chocolates com grandes quantidades de cacau são ricos em minerais relacionados à saúde do coração
Crédito: Governo de SP - Dar preferência ao chocolate amargo ou meio amargo com maior teor de cacau é uma das dicas de saúde para a Páscoa
Por Da Reportagem Local | 29 de março, 2024

Optar por ovos de Páscoa de chocolate rico em cacau pode fazer bem à saúde e melhorar o estado emocional, de acordo com especialistas do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE). Os benefícios estão majoritariamente na fruta que possui grande quantidade de minerais e polifenóis, substância com efeito anti-inflamatório e antioxidante.

O chocolate rico em cacau é conhecido como “chocolate acima de 70%” e “chocolate amargo”. A guloseima possui minerais como cobre, magnésio e potássio, associados à boa saúde do coração. Os ovos de Páscoa feitos com esse produto também contam com ferro, elemento que ajuda a evitar a anemia.

Ainda sobre as propriedades positivas do chocolate rico em cacau, o The Journal of Nutritional Biochemistry publicou em 2022 uma pesquisa que identificou a influência positiva dos produtos acima de 85% de cacau na composição da microbiota intestinal. Durante o estudo também foi constatada a melhora do estado emocional dos participantes do projeto.

A médica especializada em Nutrologia no HSPE, Renata Cristina Taveira Azevedo, acrescenta que o chocolate amargo possui menos açúcares e, por isso, também influencia na redução dos riscos de diabetes tipo 2. “É importante se atentar aos rótulos dos produtos, quanto mais puro e menos aditivos, melhor para a saúde”, explica a especialista.

CHOCOLATE BRANCO

O chocolate branco é feito com manteiga de cacau e contém grande quantidade de ácidos graxos, monoinsaturados e saturados. As substâncias estão do lado oposto das guloseimas ricas em cacau e oferecem risco ao sistema cardiovascular, além de aumentar os índices de colesterol ruim.

CHOCOLATE DIET

Os ovos de Páscoa diet, ou seja, feitos com chocolate com pouca quantidade de açúcar, são mais gordurosos e mais calóricos em comparação aos chocolates convencionais e aos ricos em cacau. Por isso, devem ser evitados pelos não diabéticos ou por aqueles que buscam a redução de peso.

Autor

Da Reportagem Local
Redação de O Regional

Por Da Reportagem Local | 19 de abril de 2024
Projeto ‘Se você treina, eu treino’ une alunos de Educação Física e comunidade
Por Da Reportagem Local | 19 de abril de 2024
Treinamento impulsiona atuação de Comissão Intra-Hospitalar no HUSD
Por Da Reportagem Local | 18 de abril de 2024
FPA oferece Curso Internacional de Gerontologia e Geriatria às equipes