Política e Economia

“Vamos implantar a Escola Militar do Programa do Governo ou Modelo”, diz Coronel Tadeu

Coronel Tadeu esteve em Catanduva no final de semana

Deputado Federal esteve em Catanduva e falou sobre a possível implantação da escola

“Vamos implantar a escola cívico militar quer seja no projeto do governo Bolsonaro ou se não for nessa medida do governo, vamos implantar o projeto de outra forma, simplesmente copiando o modelo que tem sido discutido no Ministério da Educação”, é com essa frase que o deputado federal Coronel Tadeu garantiu a implantação de uma escola cívico militar em Catanduva, depois de ser questionado em entrevista para a VOX FM.
Coronel Tadeu esteve em Catanduva no final de semana, quando foi realizado um evento do PSL visando filiações.
“A escola militar surgiu de um bate papo que tivemos com o João Cesar Moraes, e eu fui realmente no Ministério da Educação e já coloquei o nome de Catanduva lá. Porque só serão inicialmente 27 escolas e uma por estado. Então eu já coloquei o nome de Catanduva e agora vamos ter que, de forma bem insistente, não deixar esse projeto escapar de jeito nenhum”, disse o parlamentar.
A escola cívico militar é uma gestão militar que dá disciplina a determinadas atividades, enfatizando a educação cívica. “Respeitar os símbolos nacionais, conhecer os outros hinos que nós temos, Hino da Bandeira, da Independência,  muitos estudantes hoje não conhecem nada da nossa história política, tudo isso nós tínhamos na educação antiga, uma gestão pregando valores cívicos para todos os estudantes”, afirmou.
Ainda conforme o deputado, as tratativas para elaboração do projeto para a escola começaram. “ Ainda não tem definição e como eu prometi para Catanduva e eu quando eu prometo eu cumpro, nós vamos fazer a escola cívico militar, porque existe algumas tratativas com a prefeita de que realmente  vamos montar um projeto, já deixar pronto para que o ministério possa bater o martelo, senão nós vamos implantar o projeto de outra forma, simplesmente copiando o modelo que tem sido discutido na educação”.


Da Reportagem Local