Política e Economia

Utilização de Equipamentos de Segurança é Questionamento de Vereador

Assine

A preocupação com a segurança de funcionários das empresas contratadas pela prefeitura foi tema de requerimento do vereador Aristides Jacinto Bruschi, Enfermeiro Ari.
Em documento, aprovado por unanimidade pelos vereadores de Catanduva, o parlamentar pergunta se os funcionários das empresas que prestam serviços para a administração municipal são obrigados a utilizarem os equipamentos de Proteção Individual (EPI), além disso, questiona ainda se são obrigados, se a prefeitura realiza fiscalização em todas as obras que são realizadas no município e se a prefeitura é co-responsável pela fiscalização de uso.
Enfermeiro Ari pede informações ainda sobre a fiscalização de uso dos equipamentos de segurança dos servidores municipais, quem é o responsável legal, quais setores usam EPIs, como é feito o controle de uso e validade do equipamento, se existe uma equipe técnica responsável por esse controle, qual o nome e a formação dos membros dessa equipe, se o serviço for terceirizado qual empresa faz esse controle.
O requerimento é datado de 22 de fevereiro deste ano.
Todas as atividades profissionais que possam imprimir algum tipo de risco físico para o trabalhador devem ser cumpridas com o auxílio de EPIs – Equipamentos de Proteção Individual, que incluem óculos, protetores auriculares, máscaras, mangotes, capacetes, luvas, botas, cintos de segurança, protetor solar e outros itens de proteção. Esses acessórios são indispensáveis em fábricas e processos industriais em geral.
O uso dos equipamentos de proteção é determinado por uma norma técnica chamada NR 6, que estabelece que os EPIs sejam fornecidos de forma gratuita ao trabalhador para o desempenho de suas funções dentro da empresa.
É obrigação dos supervisores e da empresa garantir que os profissionais façam o uso adequado dos equipamentos de proteção individual. Os EPIs devem ser utilizados durante todo o expediente de trabalho, seguindo todas as determinações da organização.

Karla Konda
Da Reportagem Local