Política e Economia

Servidores Comissionados São Exonerados Pelo Prefeito Afonso Macchione Neto

Servidores em cargos comissionados foram exonerados pelo prefeito Afonso Macchione Neto. As portarias foram publicadas no Diário Oficial do Município na edição de ontem. De acordo com informações da assessoria de comunicação, o intuito é reduzir despesas em 2020. Além das exonerações, houve troca em algumas secretarias.
Para Macchione, a palavra de ordem é economia que deve atingir todas as áreas. “Para que a prefeitura tenha fôlego para honrar seus compromissos e ainda pagar as dívidas com o IPMC”. Além dos cortes, outros servidores serão “redirecionados”. “Abrimos o ano com um grande déficit para quitar, mas, ao mesmo tempo, com muitos projetos e intervenções importantes para concretizar”, avalia o prefeito.
Entre as alterações no primeiro escalão do governo, está a saída do secretário de Administração, Siguimar Emílio Pastori Filho, a exoneração de diretores e chefes, além de remanejamentos. Outras mudanças devem ser feitas nos próximos dias.
O engenheiro Marcos Queiroz Coelho, atual Secretário de Obras, assumirá a Secretaria de Meio Ambiente. Em seu lugar, reassumirá o engenheiro Marco Antônio Machado, atual Secretário de Planejamento. Já a sua vaga será ocupada pela arquiteta Adriana Bellini Bonjovani, contudo, com o cargo de diretora.
Por fim, para a Secretaria de Administração, Macchione designou a acumular funções a gestora de Gabinete, Daniela Aparecida Gonçalves Arieta.
Dentre as exonerações, está o diretor do departamento de compras, Helcio Rubens Batista, o diretor do departamento de procuradoria geral, Vinicius Ferreira Carvalho, José Mauricio Braga que era secretário interino, deixa o cargo, assim como o de diretor de meio ambiente. Helmut Steiner, que era diretor do planejamento também foi exonerado, ele passa a ser chefe de divisão de arquitetura e urbanismo.
Lizandra Cristina Neves Tinti, diretora de patrimônio da Educação também deixa o cargo. Gabriel Pinfildi Damasceno, diretor de administração da Saúde é mais um dos exonerados.
O diretor de departamento de desenvolvimento comunitário, Luciano Carlessi, teve exoneração atendida.

Karla Konda
Editora Chefe