Política e Economia

Secretaria de Estado da Fazenda Descarta Fechamento do Posto Fiscal de Catanduva

BETH Sahão criticou suposto fechamento da unidade (Facebook Beth Sahão)
Assine O Regional Online

A Secretaria Estadual da Fazendo descartou que o fechamento do posto fiscal de Catanduva esteja nos planos do órgão. A afirmação se deu em resposta a questionamentos de O Regional após críticas da deputada estadual Beth Sahão (PT) ao suposto encerramento de atividades da unidade local.
“A Secretaria Estadual da Fazenda esclarece que o posto fiscal de Catanduva está funcionando normalmente e não há previsão de encerramento desta unidade, ao contrário do que foi divulgado pela deputada estadual Beth Sahão”, informou em nota a secretaria.
Por outro lado, o órgão confirmou a redução do quadro de funcionários que também foi alvo de reclamação da parlamentar. A secretaria afirma, entretanto, que a diminuição do número de funcionários não teria afetado o atendimento.
“Enfatizamos que a apesar da redução temporária no quadro de funcionários a população de Catanduva não foi prejudica, o número de atendimentos e os serviços oferecidos à população pela unidade permaneceram os mesmos. E para garantir um atendimento ainda melhor, o posto fiscal já conta com mais um funcionário. Além disso, a secretaria disponibiliza canais eletrônicos de atendimento, pelo 0800-170 110 ou no Fale Conosco https://portal.fazenda.sp.gov.br/Paginas/fale-conosco.aspx”, informou indicando que também é possível o agendamento eletrônico de atendimento.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria da Fazenda, até a manhã de quarta-feira, a deputada não teria solicitado a audiência com o responsável pala pasta, secretário Helcio Tokeshi, de quem afirmou que cobraria um posicionamento. “Ressaltamos que a Fazenda está aberta ao diálogo com os parlamentares e até o momento não recebemos o pedido da deputada estadual Beth Sahão”, completou a nota.
Na última semana, a deputada informou que esteve na unidade que, segundo afirmou, correria risco de fechar as portas. A parlamentar considerou como retrocesso vergonhoso o possível fechamento do posto.
“Trata-se de um retrocesso vergonhoso, que trará prejuízos enormes para nossa região. Hoje, no posto de Catanduva, os cidadãos têm condições de resolver de maneira efetiva questões envolvendo IPVA, Nota Fiscal Paulista, isto sem contar as homologações de impostos que também são realizadas no órgão. Imagine, agora, a pessoa ter de se deslocar até Rio Preto para solucionar uma questão dessas”, avaliou a deputada.

Nathalia Silva
Da Reportagem Local

Patrocinado: