Política e Economia

Prefeitura Deve Pagar R$ 26 Mil em Materiais Elétricos Para Conjuntos Semafóricos

A prefeitura de Catanduva deve pagar quase R$ 26 mil em materiais elétricos que deverão ser utilizados nos novos conjuntos semafóricos instalados na cidade. Esses produtos fazem parte da possibilidade de expansão do parque semafórico. 11 novos equipamentos serão implantados. Entre as localidades que serão beneficiadas está a avenida Benedito Zancaner com as ruas Caxias do Sul, Sergipe e Pernambuco.
A ata de registro de preços foi publicada ontem no Diário Oficial do Município e foi celebrada com uma empresa de São José do Rio Preto.
Os materiais licitados são cabos, eletroduto PVC, tubo de polietileno, luva PVC 3 quartos.
O contrato tem validade de 12 meses. E não significa que a prefeitura utilizará todo o material constante da ata de registro.
A empresa terá cinco dias úteis após a solicitação para entregar os materiais. “Qualquer dano que ocorrer na entrega do produto, fica sob total responsabilidade do detentor do registro, sendo que será recusada a entrega que não estiver de acordo com o termo de referência da licitação, correndo toda despesa de devolução e nova entrega, por parte da detentora do registro”, consta.
Há 11 meses, a prefeitura concluiu a licitação para os novos controladores de semáforos num valor total de R$ 1.414.245,79. Os novos semáforos contam com sistema de sincronização dos dispositivos, além dos 65 equipamentos que formam o conjunto de tráfego eletrônico, o certame ainda previa a licença de 12 meses para a central de controle assistida. Recentemente, a prefeitura realizada a sincronização dos semáforos na avenida São Domingos. “Moderna, a Central Semafórica funciona por sistema de GPS e tem a versatilidade de oferecer o controle de ações à distância, por uma tela de computador. Nas demais ruas que fazem parte do centro de Catanduva, o sistema já foi implantado”, informava.

Karla Konda
Editora Chefe