Política e Economia

Prefeita Marta Deve Incluir Catanduva em Sistema Cidadania no Campo

Catanduva se tornará, em breve, a mais nova cidade a integrar o Sistema Cidadania no Campo. A prefeita Marta do Espírito Santo recebeu o convite para a adesão na última quarta-feira, dia 6, ocasião em que se reuniu com o diretor substituto do Escritório de Desenvolvimento Rural de Catanduva, Christiano Milanez de Castro.
Com o objetivo de estimular a implementação e desenvolvimento de ações integradas, através da elaboração e execução de planos de desenvolvimento agropecuário e industrial, o sistema é uma parceria entre a Secretaria de Agricultura e Abastecimento e as prefeituras paulistas. A iniciativa segue as diretrizes de políticas públicas, denominada de “Cidadania no Campo 2030”.
“O programa possibilita a interlocução do município com o Estado na parte da agricultura. A adesão conta com pontuação e será formado por um ranking dos municípios que mais se destacam de acordo com as diretrizes. As cidades que conquistam os primeiros lugares recebem, inclusive, recursos do Estado destinados para o desenvolvimento da agropecuária municipal”, destaca Christiano.
A partir do encontro, todos os procedimentos necessários para viabilizar a parceria serão providenciados. “É um programa transversal, baseado na inovação, integração, transparência e meritocracia e busca apoiar os municípios paulistas para uma melhor gestão de seu território rural, fortalecendo as suas potencialidades e impulsionando o setor agropecuário, criando ecossistemas competitivos para atrair investimentos e promover o desenvolvimento rural e por outro lado, está alinhado às duas prioridades do Governo do Estado: segurança e emprego”, explica o secretário de Meio Ambiente e Agricultura, José Maurício Braga.
“A aproximação com o governo paulista, direcionando as ações que o Estado possui às que o município está e/ou pretende implementar, iguala as ideias e pretensões de ambos os entes federativos em torno das ações previstas. Ganham todos, Estado, município e os moradores da área rural, que com o Programa de Cidadania no Campo estarão desenvolvendo ações seguras e de empregabilidade”, complementa a prefeita Marta do Espírito Santo.
O Sistema Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável – Cidadania no Campo busca integrar as ações da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e das prefeituras municipais, estimulando a implementação e o desenvolvimento de iniciativas que fortaleçam a gestão do território rural local.
O Sistema Cidadania no Campo reestrutura o Sistema Estadual Integrado de Agricultura e Abastecimento (SEIAA) que norteava, desde 1995, a parceria entre o Estado e os municípios. Os procedimentos para participação dos municípios foram revistos, sendo estabelecidas diretrizes e métodos de priorização para o repasse de valores, tendo em conta o desempenho das políticas voltadas à agricultura e população rural dos municípios envolvidos.

Da Reportagem Local