Política e Economia

Ônibus Quebram, Tem Pane Seca e Empresa Afirma que Providências Serão Tomadas

Assine

Em terceiro dia de operação em Catanduva, usuários do transporte coletivo de alguns itinerários precisaram aguardar os contratempos registrados com ônibus. Falhas mecânicas e falta de óleo diesel para dar continuidade no itinerário foram registrados. Mesma situação foi vista no dia anterior. Até mesmo a Polícia Militar foi acionada para registro de ocorrência na última terça-feira.

Desta vez, os relatos de moradores foram em três locais. O primeiro na rua Manaus. O ônibus ficou parado entre a rua Brasil e Maranhão. O trânsito foi interditado e agentes de trânsito estiveram no local.

A segunda denúncia recebida foi de um dos circulares parados na rodovia Comendador Pedro Monteleone, rodovia da Laranja, no caminho para o bairro Nova Catanduva. E o terceiro foi de um dos veículos também encostado por suposta pane seca no terminal Rodoviário.

A reportagem de O Regional entrou em contato com a Prefeitura de Catanduva que afirmou ter realizado uma reunião com representantes da empresa Tambaú.
“A Prefeitura de Catanduva e a Tambaú reuniram-se nesta quarta-feira, terceiro dia de operação emergencial do transporte coletivo, para averiguar motivos para os problemas registrados. Redigiu-se uma ata e a empresa foi notificada. Segundo os representantes da empresa, uma série de contratempos acabou por tirar ônibus de circulação, mas providências foram tomadas para que a prestação de serviços se normalize. A Prefeitura segue monitorando o trabalho e tomará medidas necessárias em caso de irregularidades”.

A Tambaú, empresa de São Paulo, começou a gerenciar o transporte coletivo em Catanduva na última segunda-feira. A novidade foi apenas o aumento na passagem para R$ 4. Isso porque os ônibus e os funcionários foram ”absorvidos” da antiga detentora da concessão. A reportagem de O Regional visitou o Terminal Urbano no primeiro dia e ouviu a população que reclamou do aumento das passagens. O secretário municipal de trânsito Nilton Marto Vieira da Cruz explicou que por ser um contrato emergencial as condições foram mais favoráveis que o esperado.

Karla Konda
Da Reportagem local

Assine O Regional

Digital Mensal
R$21,30 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso(Sáb e Dom)
R$44,60 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$70,50 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo
Digital Anual
R$189,40 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital Anual + ImpressoTerça a Domingo
R$614,10 / ano
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo