Política e Economia

Obra de Canalização do Córrego Fundo é Estimada em R$ 3 Milhões

Com estimativa de R$ 3 milhões, a licitação para a canalização de parte do Córrego Fundo, segue em trâmite pela Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva. Nesta semana, o aviso de prazo de recurso foi publicado no Diário Oficial do Municipio, informando as empresas habilitadas para o certame.
Três participantes foram consideradas aptas a concorrerem pela obra. A D.F.D Barbosa Construtora, J.Naffif Engenharia Ltda e a KGP Construtora Ltda. A licitação, aberta no ano passado tem como objetivo, segundo a autarquia, corrigir erosões ao longo das margens do Córrego Fundo e compreende a construção de um canal de 626 metros de extensão que vai do vale do Pedro Borgonovi ao Colina do Sol. A canalização do córrego fundo já havia sido anunciada pelo superintendente Alberto Calixto La Pera em audiência pública realizada na Câmara de Catanduva no ano passado. O superintendente falava sobre as obras necessárias e a utilização dos superávit da Saec para sua realização.
Na ocasião, o representante da autarquia citava ainda outros pontos de córregos que precisam de intervenções. Em resposta, em setembro, a Saec informou: “A Saec (Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva) pretende investir em obras com a finalidade de corrigir erosões de solo, nas nascentes dos córregos Fundo e Retirinho. O projeto para execução dos serviços no córrego Fundo – canal de 600 metros – está pronto, em fase de licitação, com previsão de investimento na ordem de R$ 3 milhões. O projeto que direciona obras no córrego Retirinho está em fase de elaboração”.

Karla Konda
Editora Chefe