Início - MDB Firma Aliança Com Progressistas do Pré-Candidato Ricardo Rebelato
Cidades Política e Economia

MDB Firma Aliança Com Progressistas do Pré-Candidato Ricardo Rebelato

Divulgação

Acordo firmado e assinado. O MDB conduzido atualmente pelo ex-secretário municipal de Desenvolvimento e Relações do Trabalho (Semdert), Fábio Manzano, e que tem a prefeita Marta em seu grupo de filiados, firmou aliança com o Partido Progressista (PP), do pré-candidato a prefeitura de Catanduva, Ricardo Rebelato. A coalizão entre as siglas foi confirmada no final da tarde de ontem. O presidente do PP – Ricardo Rebelato – afirmou: “Eu, como presidente do partido, informo que mais uma coligação é fechada. Estamos muito contentes. É mais um partido que agrega aos nossos ideais de direita. As coligações com o Progressistas dão ao futuro de Catanduva esperança de progresso. Só temos de agradecer a Deus”.
Manzano, presidente do MDB, também falou sobre o apoio à candidatura de Rebelato. O presidente do partido afirmou que depois de diálogos com todos os possíveis pré-candidatos, um acordo foi fechado com o Progressistas. “Firmamos e assinamos um acordo com o Progressistas, para cumprir um objetivo que a gente tinha no MDB, que era contribuir com as eleições municipais em Catanduva. O partido foi participado de toda a ideologia e os objetivos do MDB e isso resultou em um termo de acordo. Levamos aquilo que de técnica pleiteamos para as eleições. E nosso compromisso é injetar um pouco de técnica na política do município. Temos a mesma ideologia e esse acordo naturalmente saiu sem forçar a barra”.
Ao ser questionado sobre as ideologias partidárias MDB e PP, Manzano ressaltou: “Temos um exemplo bastante recente. Afonso Macchione Neto indo para o Partido Socialista Brasileiro. Macchione nunca foi socialista, enfim, em se tratando do MDB é até diminuta se comparado ao PSB, o MDB sempre esteve no centro. Sempre esteve em governos, vinculados às questões nacionais e estaduais, partido que tenta ser o ponto de equilíbrio. As pessoas do partido tiveram a liberdade de dialogar com todos os candidatos de Catanduva e ai a decisão foi de um grupo. Foi amadurecida, foi um meio para que os objetivos do partido e os objetivos locais para Catanduva pudessem ser levados à frente em uma candidatura”.
Sobre o flerte com Roberto Cacciari, do Cidadania e o possível “casamento” dos partidos, Manzano afirmou: “Existiu uma conversa com Cacciari e essa conversa não evoluiu e acabou não formalizando esse acordo. Nós abrimos frente de diálogo com todos os candidatos, todos os grupos e o que a gente conseguiu um diálogo muito próximo e um espaço para tentar colocar em prática algumas questões que consideramos imprescindíveis para Catanduva, foi o grupo do Progressistas”, concluiu o presidente da sigla.

Karla Konda
Editora Chefe