Política e Economia

Macchione Volta a São Paulo Para Cobrar Dinheiro da Reforma do Teatro

MACCHIONE com secretário adjunto da Secretaria de Justiça (Facebook Macchione)
MACCHIONE com secretário adjunto da Secretaria de Justiça (Facebook Macchione)
Assine O Regional Online

O prefeito Afonso Macchione Neto (PSB) voltou a São Paulo na terça-feira, dia 8, para buscar a liberação do restante do dinheiro da reforma do Teatro Municipal Aniz Pachá. Desde janeiro o chefe do Poder Executivo pede a liberação dos cerca de R$ 600 mil que ainda não foram disponibilizados.
“Estive hoje (dia 8) com o Dr. Luiz Madureira, secretário adjunto da Secretaria de Justiça, Dr. Natan, do Jurídico, e o Dr. Alexandre, vereador de Ariranha, na sede da Secretaria de Justiça, em São Paulo. Solicitei a inclusão de Catanduva na reunião do Conselho Gestor do FID, que acontecerá amanhã, dia 9, para a liberação de recursos para a conclusão das obras do Teatro Municipal. Estou confiante”, concluiu o prefeito.

O mesmo pedido já havia sido feito no mês passado. A expectativa do Governo é de que o conselho gestor inclua a liberação do dinheiro para a obra de Catanduva no organograma de liberações de dinheiro.
No primeiro semestre a obra já teve aporte financeiro de R$ 213.926,83 em recursos do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (Comdu) para a construção de muro de arrimo nos fundos do teatro.
“São intervenções urgentes e necessárias, que visam ao bem-estar da população. Neste sentido, os membros do conselho avaliaram pertinente a disponibilização de recursos do Fundo para andamento das atividades, sem prejuízos aos cofres públicos e aos contribuintes”, avaliou a presidente do Comdu, Adriana Bellini Bonjovani.
Além dos R$ 620 mil que o ainda falta liberar pela Secretaria de Justiça, o Município ainda tem contrapartida de R$ 40 mil para investir na reforma.
A obra foi iniciada em 2016 e, apesar do atraso na liberação do dinheiro, a prefeitura afirma que os trabalhos continuam em ritmo lento.

Nathália Silva
Da Reportagem Local

Patrocinado: