Política e Economia

Macchione Reúne ‘Alto Escalão’ Para Balanço de 2017 e Planejamento de 2018

REUNIÕES foram realizadas nas tardes de segunda e terça-feira (Assessoria Prefeitura)
Assine O Regional Online

As tardes de segunda e terça-feira foram de intensas discussões na Prefeitura de Catanduva. O prefeito Afonso Macchione Neto (PSB) convocou o alto escalão a prestar contas das atividades realizadas ao longo do primeiro ano de Governo e também a apresentar ideias para o planejamento de 2018.
Macchione fez uma pausa na reunião de terça-feira, dia 9, para atender a reportagem de O Regional. Apesar de reconhecer dificuldades, o prefeito disse estar satisfeito com os resultados do primeiro ano e destacou a dedicação da equipe.
“Estamos fazendo balanço do ano e estou muito feliz porque acho que avançamos bastante dentro das condições que nós tínhamos. Todos os secretários estão colocando as atividades que aconteceram em cada pasta e estamos buscando sugestões deles mesmos do que podemos planejar para 2018. O pessoal está muito motivado e eu acho que vamos desenvolver neste ano, ano do centenário, um bom trabalho levando em consideração essa boa vontade deles todos”, resumiu.
Questionado se já teria sido possível identificar a área mais deficitária no primeiro ano de mandato, o prefeito afirmou que sim. Disse que, inicialmente, era o setor de manutenção de iluminação pública, mas que nesta área os problemas teriam sido normalizados. O pior resultado, avalia o chefe do Poder Executivo, está nas condições do asfalto.

“Onde mais falhamos, não conseguimos dar conta, foi em relação aos buracos. Recebemos a cidade com um número grande de buracos no nosso sistema viário, tivemos grandes dificuldades para recuperar os nossos veículos, nossa mão-de-obra bastante pequena, tentamos a contratação de uma empresa terceirizada para nos ajudar, mas após o contrato assinado a empresa se recusou achando que o valor que ela tinha proposto era muito baixo, solicitou o cancelamento desse edital, estamos fazendo o cancelamento e penalizando a empresa dentro do que a lei prescreve. A nossa equipe foi reforçada, hoje estamos com três caminhões, mas, mesmo assim não demos conta de fazer a cidade toda e agora com essa chuva novos buracos estão aparecendo. Então vamos ter um trabalho árduo ainda em 2018 para recuperar a malha viária”, completou.
Sobre as maiores prioridades para 2018, o prefeito elenca saneamento básico e saúde pública. “Estamos muito preocupados ainda com a área de saneamento, principalmente as baixadas, a dragagem, as proteções dos córregos, as galerias pluviais, Antônio Girol, a galeria na Santa Paula, na Rua Altair, são pontos cruciais que merecem toda a nossa atenção. A proteção das margens do Córrego Minguta que todo ano temos algum desmoronamento, alguma erosão de grande porte, são pontos cruciais. Além do que a adequação dos contratos da área de saúde. Tanto da UPA quanto ao atendimento básico, principalmente neste último, estamos elaborando novos contratos para podermos dar um norte da forma como queremos que as coisas caminhem”, completou.

Nathália Silva
Da Reportagem Local