Política e Economia

Macchione Não Descarta Voltar a Discutir IPTU de Novos Loteamentos

MACCHIONE e equipe econômica em entrevista coletiva em 2017 (O Regional)
Assine O Regional Online

O prefeito Afonso Macchione Neto (PSB) não desistiu de discutir no Legislativo a readequação dos valores cobrados no Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) de novos loteamentos. Macchione já adiantou em entrevista ao Jornal O Regional que vai retomar a discussão.
“Isso é uma coisa sem sentido, inconcebível. Não tem sentido pagar R$ 18,00 por ano de IPTU em um lote de 250 metros quadrados. Vou fazer uma conta muito rápida: se a pessoa que for pagar R$ 18,00 parcelar em 10 vezes, só a autenticação bancária custa R$ 1,55. Dez parcelas de R$ 1,55 dá R$ 15,50 que somada a feitura e distribuição do carnê já nos deixa no vermelho. Não tem sentido. É melhor não cobrar então, deixa de graça”, concluiu o prefeito.
Macchione tentou em 2017 adequar os valores de nove loteamentos liberados ao longo do ano. O texto foi rejeitado pela Câmara de Vereadores que entendeu que poderia haver aumento de impostos com a aprovação da lei. Segundo o Governo, os terrenos que seriam impactados pela nova lei seriam apenas os eram tributados como gleba.
Segundo o prefeito, com a rejeição da lei, proprietários de lotes em novos terrenos devem pagar valores muito abaixo do valor médio da cidade.
“Vai ficar muito desagradável alguns lotes não serem cobrados porque não é nem conveniente cobrar, e outros serem penalizados e ter o seu pagamento no valor aproximado de R$ 400,00 estando ao lado do outro (com custo baixo)”, comentou.
Apesar do desgaste que a discussão gerou entre Governo e Legislativo em 2017, o chefe do Poder Executivo respondeu quando questionado pela reportagem que não tentará preparar o terreno antes de enviar novo texto para a Câmara.
“Não, não vou preparar terreno. Vou aguardar os novos loteamentos do primeiro semestre propriamente dito e envio de novo com alguns loteamentos que eventualmente sejam aprovados pela prefeitura. No segundo semestre estaremos mandando novamente estes que já enviamos e algum outro eventualmente liberado”, finalizou.

Nathália Silva
Da Reportagem Local