Política e Economia

IPMC Lança Espaço Para Perguntas e Respostas Aos Candidatos às Eleições Municipais

Divulgação

O Instituto de Previdência dos Municipiários de Catanduva (IPMC) lançou um espaço em seu site para que candidatos às eleições municipais possam obter informações sobre o instituto, a previdência dos servidores e outras dúvidas.
O comunicado foi publicado ontem no Diário Oficial do Município. “Considerando-se que a União realizou reforma da previdência para seus servidores e o Estado de São Paulo também já realizou a sua reforma, considerando-se que este ano teremos eleições para os Executivos Municipais e que este assunto poderá integrar a pauta dos debates, considerando-se que recebemos dois pedidos de informação sobre a previdência municipal, via telefone, por parte de pessoas ligadas a dois pré-candidatos, COMUNICO que as informações serão prestadas em nosso site – IPMC.COM.BR, onde será criado um banner com os questionamentos e respostas, que ficarão disponíveis para todos os interessados garantindo-se equidade e isonomia na prestação das informações”, informou o diretor superintendente Edson Andrella.
A reportagem de O Regional acessou o portal do IPMC. No banner já está publicado informações sobre os processos movidos na Justiça contra o Imes Catanduva pela falta de repasses das contribuições patronais, previdenciárias e pagamentos dos parcelamentos ao IPMC.
“O IPMC entrou com duas ações judiciais de cobrança contra o Imes Catanduva. Em abril de 2019, processo 1003487-892019.8.26.0132, 3ª Vara Cível, no valor de R$ 450.000,00, e em dezembro de 2019, processo 1010611-26.2019.8.26.0132, 1ª Vara Cível, no valor de R$ 2.188.288,19. As inadimplências do Imes tiveram início em 2013 e vem se agravando ao longo do tempo. Há 14 meses não é feito recolhimento de contribuições previdenciárias patronais por parte da Autarquia. As justificativas para os atrasos, desde 2013, são que: União, Estado e Município atrasam repasses de mensalidades/financiamentos estudantis e contrapartidas, Concorrência de cursos EAD, com mensalidades mais baratas, e, Alto nível de inadimplência”, consta.

Karla Konda
Editora Chefe