Política e Economia

Estado Libera R$ 645 Mil Para Serviços Sociais em Catanduva

A Prefeitura de Catanduva firmou parceria com o Governo do Estado de São Paulo para obter repasse do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas). O contrato direciona R$ 645.868,24 ao município. Uma cerimônia relacionada à ação foi realizada em São José do Rio Preto, na manhã desta quarta-feira, dia 27.
O evento reuniu representantes de municípios ligados à Diretoria Regional de Assistência Social (Drads), e foi dirigido pela secretária estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes. A vice-prefeita Marta Maria do Espírito Santo Lopes representou Catanduva no ato que formalizou a parceria.
“É de extrema importância esse apoio financeiro ao município, pois isso reflete de forma positiva na qualidade de vida e nos serviços assistenciais que oferecemos à nossa comunidade”, ressaltou a vice-prefeita.
Os recursos serão revertidos ao Fundo Municipal de Assistência Social para aplicação em projetos socioassistenciais, com execução direta da municipalidade ou por meio de parcerias com Organizações da Sociedade Civil (OSCs).
De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, a verba será transferida à administração em parcelas mensais, ao longo do ano. Por sua vez, os conselhos municipais definirão e acompanharão a aplicação do dinheiro. A verba foi repassada aos municípios atendidos pelas Diretorias Regionais de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads0 e cada município aplicará o recurso liberado em uma rede de proteção a crianças, jovens, idosos e pessoas com deficiência.
A cerimônia contemplou as Drads de Araçatuba (Alta Noroeste), Dracena (Alta Paulista), Presidente Prudente (Alta Sorocabana), Fernandópolis e São José do Rio Preto, que juntas formam uma teia de proteção de 1.857 serviços sócio-assistenciais de acolhimento a crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social, em 747 equipamentos públicos e privados. Esses serviços atendem famílias em situação de vulnerabilidade social e também já em risco social e/ ou com direitos violados, tais como pessoas em situação de rua e violência, pessoas com deficiência, em situação de discriminação em decorrência de orientação sexual, raça, etnia, adolescentes em conflito com a lei, migrantes e entre outros.

Karla Konda
Da Reportagem Local