Política e Economia

Câmara Tem Pauta Polêmica Com Financiamento e Criação de Cargos

CÂMARA realiza sessão com 14 proposituras em pauta (O Regional)
Assine O Regional Online

A Câmara de Vereadores de Catanduva tem pauta polêmica para a sessão desta terça-feira, dia 15. Além do projeto do Governo que pretende financiar quase R$ 6 milhões para um programa de modernização, voltam à ordem do dia também os projetos que pretendem criação de cargos e reestrutu­ração da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Turismo.
O projeto da modernização da administração tributária com o financiamento de R$ 5.885.822,00 está na pauta do Legislativo pela segunda sessão. O texto tinha ido a plená­rio no dia 2 de maio, mas recebeu pedido de vistas por 10 dias. Na última semana, membros do Grupo Especial de Trabalho para Modernização da Administração Tributária (G.M.A.T) nomeado pelo prefeito Afonso Macchione Neto (PSB) estiveram na Câmara para responder a questionamentos dos verea­dores.
Já o Projeto de Lei Comple­mentar (PLC) 21/2018 tramita na Casa de Leis desde o mês de março. Deste então o texto que pretende a criação de um cargo de gerente de convênios já teve a votação adiada por dois pedidos de vistas das comissões permanentes da Câmara. O mesmo percurso é seguido pelo PLC 22 que cria o cargo de gerente da cozinha piloto e pelo PLC 23 através do qual o Governo pretende criar um Departamento de Comunicação Social e também o cargo de diretor.
Já o PLC 29/2018, que reestrutura a Secretaria de Esportes, vai a discussão pela segunda vez. O projeto que tramita no Legislativo é um texto substitutivo. Pela pro­posta a Coordenadoria de In­clu­são Social se transfor­ma­ria em departamento vinculado a secretaria e seria criado outro departamento para esportes.
Outro assunto polêmico que deve ser abordado na Tribuna Popular é o projeto em estudo pela Prefeitura e concessionária da linha férrea para obras na região central da cidade. O ex-vereador Vagner Luís Pimpão Bersa está inscrito para falar sobre aspec­tos históricos.
CEI
Requerimento assinado por todos os vereadores para a aber­tura de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar suposto con­cluiu para fornecimento de cimento para obras públicas também deve ser votado na sessão de hoje.
O documento é de autoria do vereador Mau­rício Gouvêa (PV).

Nathalia Silva
Da Reportagem Local