Política e Economia

Beth Sahão Se Reúne Com Superintendente Da Sucen Para Falar Sobre Dengue

Em reunião com o superintendente do Centro de Controle de Endemias da Secretaria de Saúde do Estado, Marcos Boulos, na sede da Sucen, na manhã desta sexta-feira (7), a deputada Beth Sahão (PT) buscou ajuda do órgão estadual para a epidemia de dengue em Catanduva.

A parlamentar solicitou a liberação de novos lotes de inseticida para combater o mosquito Aedes aegypti – transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya. A deputada também recebeu a informação que a secretaria estadual de saúde irá liberar recursos para compra de medicamentos que aliviam os sintomas da doença, além de soro fisiológico. Boulos admitiu que o Estado precisa ajudar Catanduva, pois a cidade pode ter alta mortalidade em razão da dengue tipo 2, quando o indivíduo é infectado pelo segundo sorotipo do vírus, que é considerado um dos mais agressivos.

Segundo números da secretaria, a cidade atingiu infestação 7.1, ou seja, a cada 100 casas, em 7 foram encontradas larvas. Esse nível é considerado alarmante, pois é sete vezes maior que o ideal. Acima de 3.9, a situação é considerada de risco. Beth também questionou o superintendente quanto a intenção do governador João Doria em fechar a Sucen e transformá-la em um departamento de vigilância epidemiológica, que atuaria em conjunto com outros departamentos.

Boulos disse acreditar que a reorganização não ocasionará cortes de funcionários nem de pesquisadores. Participaram ainda da reunião Susy Sampaio, diretora-técnica de controle de vetores, e Sirle Scandar, diretora-regional da Sucen em Rio Preto.

Karla Konda
Editora Chefe