Política e Economia

Acessibilidade: Ditinho Muleta Reclama de Falta de Respostas a Requerimentos

DITINHO Muleta reclama de falta de acessibilidade (Assessoria Parlamentar)
Assine

O vereador Benedito Alexandre Pereira (DEM), o Ditinho Muleta, elaborou requerimentos cobrando do Governo Municipal adequações em prédios e espaços públicos para proporcionar acessibilidade as pessoas com deficiência. Dentre os locais onde o vereador que é deficiente afirma encontrar dificuldade está o Restaurante Popular Alípio Gomes.
“Fui até o Restaurante Popular várias vezes, almocei lá, e observei que dentro do restaurante não tem local para o cadeirante, para a pessoal que é portadora de necessidades especiais. Os bancos são fixos na mesa e por isso o cadeirante fica impossibilitado de chegar até a mesa para fazer sua refeição. Pedi também cobertura na parte externa porque as pessoas, muitas idosas, ficam esperando abrir para fazer sua refeição. Fiz o requerimento e até a presente data nada foi feito. Espero que o Executivo dê prioridade e essas pessoas tenham o direito de ir e vir”, pediu o parlamentar.
O problema, segundo o vereador, se repete em prédios de escolas do Município. Uma das unidades visitadas é a Ângelo Carana, no Parque Flamingo. “É muito difícil uma pessoa com deficiência entrar principalmente dentro do prédio escolar. São poucas unidades que tem acessibilidade, as que tem são prédios novos. Venho cobrando bastante nisso tanto em prédios públicos como privados. Essa é uma bandeira que estou defendendo desde o primeiro dia do meu mandato”, destacou.
Ditinho Muleta cobrou também o conserto de uma rampa de acesso à Praça da República, no centro da cidade. Segundo o vereador, no local existe a rampa, mas não haveria condições de ser utilizada nem mesmo por pessoas que não possuem deficiência física.
“Na verdade, na nossa área central só tem acessibilidade na Rua Brasil entre a Praça Nove de Julho até a praça do terminal, na Avenida São Domingos, temos acessibilidade. Na Rua Maranhão, Pará, Amazonas, essas ruas que cruzam o centro da cidade, nenhuma tem. E quanto tem, como é o caso da esquina da Praça da República entre as ruas Maranhão e Alagoas, não tem como passar. A rampa afundou, quando chove forma uma poça d´água e ninguém consegue passar. O deficiente tem que passar no meio da rua. Já fiz esse requerimento, cobrei do prefeito, no setor de obras e até agora nada”, finalizou.

Nathália Silva
Da Reportagem Local



Assine O Regional

Digital Mensal
R$19,90 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso (Sáb e Dom)
R$41,70 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$65,90 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo