Polícia

Operação da DIG/DISE Desarticula Tráfico de Drogas no Bom Pastor

Droga apreendida durante a investigação das equipes (Divulgação/DIG/DISE)
Assine

Uma operação realizada pelas delegacias especializadas DIG e DISE desarticulou o tráfico de drogas no bairro Bom Pastor em Catanduva. Foram cumpridos na manhã de ontem (11) nove mandados de prisões temporárias e outros 25 de busca e apreensão. A informação foi divulgada pelo delegado da DIG, Hélvio Roberto Bolzani.
A investigação teve início há cinco meses com o objetivo de acabar com uma quadrilha de traficantes de drogas que atuava no bairro. “Através de investigação policial levada a cabo desde o início do mês de maio deste ano, foram registrados vários autos de prisões em flagrantes, com apreensões significativas de substâncias entorpecentes de propriedade da quadrilha. Apurou-se que a quadrilha vinha sendo chefiada por C. M. da S., 25 anos, que controlava o tráfico de dentro da Penitenciária de Presidente Bernardes, onde atualmente está recolhido cumprindo pena em regime semiaberto”, contou o delegado. A distância de Catanduva até a cidade de onde os membros da organização criminosa recebiam as ordens era de 352 quilômetros.
A operação policial realizada ontem, de acordo com o delegado, contou os policiais operacionais da Delegacia Seccional de Catanduva, formada por dois delegados, 37 policiais civis e 13 viaturas. Os presos foram levados a Cadeia Pública de Catanduva e deverão ficar por 30 dias em prisão temporária.
O delegado da DIG poderá solicitar no período, à justiça, a conversão das prisões temporárias em prisões preventivas, caso em que todos permanecem presos até o julgamento.

Tráfico internacional
No mês passado, droga com selo do Cartel de Medellín foi apreendida pela DIG/ DISE em Catanduva. O caso foi registrado no bairro Altos do Higienópolis e é tratado como tráfico internacional. Uma mulher que não teve a identidade revelada foi presa em flagrante.
No total, foram apreendidos mais de 41 quilos de droga em uma casa do bairro. Nas buscas, os policiais encontraram 1.838 porções de crack, um tijolo e dois tabletes de crack, 309 porções de cocaína, 2/3 de tijolos de cocaína, 47 tijolos, mais meio tijolo e nove tabletes de maconha, 1.298 porções de maconha e três balanças digitais de precisão.
Também foi encontrado, na residência, material plástico para embalagem de drogas, que somaram aproximadamente 11 mil pinos vazios, duas facas e um ralo que tinha, de acordo com as equipes, resquícios de crack. R$ 677 em dinheiro também foram apreendidos. A mulher foi presa em flagrante e encaminhada a Cadeia de Catanduva. Parte da droga tinha selo de cartel de Medellín e em uma das embalagens, estava a imagem de Pablo Escobar, famoso narcotraficante colombiano que morreu em 1993.

Cíntia Souza
Da Reportagem Local



Assine O Regional

Digital Mensal
R$19,90 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
Digital + Impresso (Sáb e Dom)
R$41,70 / mês
  • Acesso total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal impresso aos sábados e domingos
Digital + Impresso (Ter a Dom)
R$65,90 / mês
  • Acesso Total
  • Computador, Celular ou Tablet
  • Jornal Impresso de terça a domingo