Polícia

GCM Apreende 32 Pipas Em Operação Contra Uso De Cerol

A Guarda Civil Municipal (GCM) intensificou os trabalhos de inibir a prática de soltar pipa com cerol. O flagrante foi registrado na região dos Parques Glória V e VI e Loteamentos Alexandrina Pereira e Campo Belo, na terça-feira, (9). A fiscalização com a finalidade de apreender a perigosa brincadeira conseguiu apreenderam 32 pipas, quatro carretilhas, dois carretéis pequenos e 14 latas contendo linha cortante.
De acordo com o boletim de ocorrência, várias pessoas foram abordadas. Boa parte do material apreendido estava em veículos vistoriados.
Ao todo, foram elaborados quatro autos de infração devido ao uso de cerol, com penalidades previstas em lei municipal, com imposição de multa de 50 UFRCs, o equivalente a R$ 140. Dentre os envolvidos estão moradores do Nova Catanduva, Jardim Bela Vista e São Francisco.
Além disso, foram registrados 10 autos de infrações de trânsito. Já que, durante a operação, motociclistas empinavam seus veículos na tentativa de despistar a GCM.
O Cerol é uma mistura de cola com caco de vidro moído que posteriormente são aplicadas às linhas de pipas com a finalidade de cortar a linha de outras pipas adversárias em uma batalha para ver quem pode mais. O saldo dessa irresponsabilidade é que ao final dessas brincadeiras ficam pelas ruas pedaços de linhas que são praticamente invisíveis aos olhos de quem trafega conduzindo veículos ciclomotores. E quando esses condutores inadvertidamente se chocam com a linha de pipa contendo cerol, acabam atingidos principalmente nas mãos, braços, tronco, pescoço e rosto.
As linhas com cerol possuem uma enorme capacidade de corte e provocam ferimentos profundos que são potencialmente mortais quando atingem a região do pescoço, e quando não mata, deixam sequelas terríveis em suas vítimas.
O cerol em linhas de pipas é utilizado praticamente no ano todo, mas é na época das férias escolares que as ocorrências dos acidentes são mais comuns. A linha de pipa com cerol é só mais um dos problemas enfrentados por pessoas que usam motocicletas para o trabalho ou lazer. Essa atividade criminosa considerada brincadeira de criança, também é a diversão de muitos adultos irresponsáveis.

Ariane Pio
Da Reportagem Local