Polícia

Caminhões Transportando Madeira Ilegal São Flagrados Pela Ambiental

Outros seis veículos teriam apresentado irregularidades (Divulgação/Policia Ambiental)
Assine O Regional Online

Seis caminhões transportando madeira supostamente ilegal foram flagrados pela Polícia Ambiental. Foram cerca de 140 metros cúbicos apreendidos e multa de R$ 64 mil aplicada pelas equipes. Os veículos seriam de Catanduva ainda de acordo com informações dos policiais.
A fiscalização foi feita entre a última quarta (9) e quinta-feira (10) nas rodovias da região noroeste paulista. Conforme informações do 1º Tenente da Polícia Ambiental de Catanduva, Alonso Wendel Ferreira da Silva, os veículos foram apreendidos após a constatação das irregularidades na balança de Cedral. “Onde realizamos a fiscalização dos cortes de madeira e da quantidade. É uma forma da polícia ambiental combater o desmatamento da nossa Amazônia Legal”, disse.
No total, foram fiscalizados 27 caminhões. 21 deles não teriam apresentado irregularidades. Eles transportavam quase 600 metros cúbicos de madeira. Outros seis veículos teriam apresentado irregularidades.
“Dentre as irregularidades, chamaram a nossa atenção duas ocorrências com uso de Guia Florestal e nota fiscal falsificada o que redundou na apreensão de dois caminhões e aproximadamente 75 metros cúbicos de madeira”, explica. Além do crime ambiental, os responsáveis também poderão responder por falsificação de documentos e crime contra a ordem econômica. O remetente neste caso também foi autuado. Foram oito autos de infração ambiental gerados.
As equipes também fiscalizaram uma madeireira em Neves Paulista, sendo constatadas irregularidades no estoque. Na data foram lavrados dois autos de infração ambiental que resultaram em R$ 4,2 mil e quase oito metros cúbicos de madeira apreendidos.

No ano passado
32 metros cúbicos
Uma operação realizada pela Polícia Ambiental no ano passado resultou na apreensão de mais de 32 metros cúbicos de madeira irregular na região. Também foram lavrados dois autos de infração ambiental que somaram R$ 9.417. No período, foram fiscalizados 36 caminhões de transporte de madeiras, além de 39 Documentos de Origem Florestal (DOF) fiscalizados, um deles inclusive foi apreendido. Também foram lavrados dois autos de infração ambiental por transporte irregular de produtos e subprodutos florestais.

Cíntia Souza
Da reportagem local

Patrocinado: