Polícia

Bombeiros de Catanduva Combatem 456 Queimadas em Sete Meses

Foram 79 incêndios em vegetação atendidos pelo Corpo de Bombeiros em agosto (O Regional)
Assine O Regional Online

As equipes do Corpo de Bombeiros combateram 456 queimadas nos sete meses de 2017. O aumento chega a 29,1% no comparativo dos dois últimos anos, já que em 2015, período também marcado pelo clima mais seco, foram 353 ocorrências do tipo. A informação é do Capitão e Comandante do 2º Subgrupamento de Bombeiros José Luiz Ferrari Ferreira.
No ano passado, foram 438 queimadas no período de janeiro a agosto. Número 4,1% menor do que o visto neste ano.
Quando se analisa os dados só do mês passado, foram 79 incêndios em vegetação atendidos pelo Corpo de Bombeiros. Uma média de 2,5 ocorrências do tipo por dia. O aumento é de 36,2% no comparativo com o mesmo período do ano passado em que foram 58 ocorrências. Uma média de 1,87 registros a cada dia. Apesar do número menor no acumulado do ano, em agosto de 2015 foram 115 registros. Uma média de 3,7 incêndios em vegetação.
“O mês de setembro iniciou seco e sem previsão de chuva nas próximas semanas, portanto é importante que a população colabore e não provoque queimadas com o objetivo de limpar terrenos”, orienta Ferreira.

Orientações
Diante dos dias mais secos, algumas orientações são fundamentais para evitar incêndios. Uma delas é a de nunca atirar pontas de cigarro em locais inapropriados, principalmente em janela de veículos, além de falta de educação, pode resultar em multa de trânsito. Uma simples ponta de cigarro acesa pode incendiar uma floresta inteira.
Outra orientação é a de não fazer fogueiras, já que as fagulhas podem ser levadas pelo vento e ocasionam grandes incêndios. Nunca queime o lixo é outra dica da corporação. A sugestão é tentar reutilizar ou reciclar. Caso não haja essa possibilidade deposite- o de maneira adequada para que seja feita a coleta. Não solte fogos de artifício próximo a pastagens é outra orientação. As crianças devem ficar longe de fósforos e isqueiros, já que é perigoso e os resultados são desastrosos. Atenção também ao usar velas. Elas podem parecer inofensivas, mas podem causar incêndios de grandes proporções.
Se você possui terreno em área urbana é importante mantê-lo sempre limpo, livre de lixos e vegetações. Para aqueles que moram em área rural, a dica é a de manter as divisas da propriedade devidamente capinada.
Desta forma você evita que caso ocorra um incêndio na vegetação da propriedade vizinha, ele se alastre para a sua.
Nunca solte balões, já que além de ser crime ambiental, esta prática pode causar tragédias. Se ver algum principio de incêndio, ligue para o Corpo de Bombeiros pelo 193 ou (17) 3531-9620.

Cíntia Souza
Da reportagem local