Peneira Fina

PENEIRA FINA – 31/08/2019

Por que não muda?

Se muitos dos problemas financeiros do município ocorrem por conta do sistema previdenciário dos servidores, como aponta o vereador Nilton Cândido, quais os motivos para essa situação ainda perdurar? Por que não abre uma discussão de possibilidades de alteração neste sentido? O tema é polêmico, assim como a reforma brasileira. Mas deveria ser pensada. Afinal, a cidade já não anda bem das pernas e conforme os anos forem passando, a tendência é piorar ainda mais, se a cada dois anos a porcentagem de contribuição patronal for aumentando.

Ferida

Tocar nessa “ferida” não deve ser muito fácil. Estabelecer um teto pior ainda. É preciso alguém com muita determinação e força para não encarar críticas, se for o caso de realmente mudar. Mas nada sobre isso foi falado nos últimos anos.

 

Venda

Já o vereador André Beck sugeriu que a administração abra mão de alguns prédios do município para quitar a dívida com os servidores municipais e, se sobrar, pagar dívidas de fornecedores que ainda precisam ser eliminadas. Dentre os prédios está o da Secretaria Municipal de Saúde, na rua Pará. O prédio foi adquirido em um dos mandatos do prefeito Afonso Macchione Neto. Antes, o local era utilizado pela Companhia de Energia Elétrica, a antiga Nacional.

 

Aproveitamento

Beck citou que a prefeitura com a venda de ativos poderia inclusive economizar em manutenção e despesas mensais como energia elétrica por exemplo. Utilizando de outros espaços, dentro da prefeitura para comportar outros setores.

 

Falando nisso

Não sabemos se a melhor forma é abrir mão de prédios próprios, mas de uma coisa o parlamentar tem razão. Há prédios que podem ser melhor aproveitados, como por exemplo, o imóvel onde hoje funciona o Centro de Especialidades Médicas. Nada impediria do programa anti-tabagismo funcionar no local.  O antigo Postão é um prédio amplo e, quem utiliza o serviço no local, constata que há salas vazias.

 

E pensando ainda

O que foi feito pela prefeitura naquele prédio que funcionava o CREAS, no Jardim Vertoni? Em 2015, o vereador Cidimar Porto questionou a utilização do local. Naquela época, a reclamação era de que o prédio estava abandonado e servindo de ponto de drogas e de dormitório para moradores de ruas. Como está hoje e o que funciona no local?

 

Raio-x

A prefeita Marta do Espírito Santo Lopes recebeu em seu gabinete o deputado estadual Reinaldo Alguz, acompanhado por grande comitiva e pelo vereador Ivan Bernardi. Os secretários de Saúde, Ronaldo Gonçalves Júnior, e de Desenvolvimento, Fabio Rinaldi Manzano, também participaram da recepção ao parlamentar. Na ocasião, ele anunciou a indicação de uma emenda estadual no valor de R$ 200 mil para investimento na área da saúde. A conquista foi intermediada pelo vereador Ivan Bernardi. (Sim, ele mesmo, o vereador que fica bem quietinho lá na Câmara). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o município já apresentou plano de trabalho e fará contrapartida para garantir os recursos e adquirir um aparelho de raio-x digital para o CEM – Centro de Especialidades Médicas. Será o primeiro deste modelo na saúde pública de Catanduva.

Muda, mas não muda

A prefeita Marta também fez a dança das cadeiras  lá no prédio do Executivo. Tirou um daqui, colocou ali, descartou umas peças (ou elas decidiram sair, ainda não foi informado), passou um pra cá, mandou outro cuidar de mais uma atribuição e por aí vai. O que não muda, praticamente são os nomes. Nenhuma alteração assim tão “diferentona”.

 

Continuam

O governo Marta mantém praticamente a mesma “cara” que o de Afonso Macchione Neto. A diferença é que a prefeita tem tido uma postura um pouco mais aberta a sugestões, críticas e até mesmo visitas. Macchione falava no início de mandato de Marta que ela é, além de competente, mais simpática.

 

CEP

Após protocolar um requerimento à Direção Regional de Correios de Baurú/SP, solicitando a regularização do CEP – Código de Endereçamento Postal das ruas do bairro Jardim Alto da Boa Vista II, o Primeiro Secretário do Legislativo Catanduvense, Onofre Baraldi, na tarde da última terça-feira, 27 de agosto, recebeu uma excelente notícia para todos os moradores daquela região. Em reunião com o gerente dos Correios, o parlamentar foi informado que as ruas do bairro Alto da Boa Vista II já possuem CEP. “É com grande alegria que recebo essa informação. Lutamos muito para que o bairro Alto da Boa Vista II recebesse o CEP. Agora, o próximo passo, será regularizar o serviço de entrega de correspondência através de carteiros. Sem dúvidas, essa é uma importante conquista para os moradores que não precisarão mais se deslocar até a agência dos Correios na rua Pará para efetuar a retirada de suas correspondências”, afirma Onofre.

Da Reportagem Local