Início - PENEIRA FINA
Peneira Fina

PENEIRA FINA

Comunicado
No início da noite de ontem, a prefeitura encaminhou comunicado sobre a ida dos vereadores até a prefeitura: “A prefeita Marta do Espírito Santo Lopes recepcionou os vereadores Ditinho Muleta, Maurício Gouvea e Wilson Paraná, integrantes da CEI do Loteamento Alta Vista, na manhã desta segunda-feira, dia 24 de junho. Eles buscavam apreender computadores da Prefeitura, com intuito de apurar possíveis irregularidades na utilização de funcionários da SAEC para implantação das redes de água e esgoto no empreendimento particular que dá nome à comissão. Em entendimento conjunto, foi realizada cópia dos arquivos para que os vereadores pudessem levar todo o conteúdo existente e prosseguir a investigação, e, ao mesmo tempo, possibilitando que as máquinas permaneçam em uso – sem prejuízo aos trabalhos da administração municipal. A prefeita Marta reitera, assim, seu compromisso com a transparência dos atos públicos”.

Detalhes
O presidente da Comissão, Ditinho Muleta, afirmou que as situações ficaram estranhas quando notou que a Ata de reunião de aprovação de novos loteamentos foi datada depois da abertura da comissão de investigação. Disse ainda que membros foram ouvidos e relataram não estarem presentes.

Sumiço
Para o parlamentar, o pior seria o setor de planejamento ter todas as outras atas e justamente essa não ser encontrada,assinada e no arquivo como todas as outras. ‘Por que estariam escondendo?”

Redes de água
Esta é a CEI que apura a utilização dos servidores da Saec para trabalho de extensão de ramais de água em loteamento do ex prefeito Afonso Macchione Neto. As obras no local teriam sido realizadas aos finais de semana pelos funcionários da superintendência.

Inquérito
Neste mesmo sentido já houve a instalação de um inquérito civil por parte da promotoria de patrimônio público. O inquérito foi arquivado pelo promotor André Luiz Nogueira da Cunha.

20 ou 90
Ditinho disse ainda que outro fator deixa os vereadores alerta. A rapidez para a aprovação do projeto e por ser do então prefeito poderia ter influenciado. Segundo Ditinho, a aprovação de um projeto demora mais de 90 dias e, neste teria bastado 20 dias.

Falando em CEI
Os trabalhos das comissões especiais de inquérito devem dar uma pausa, assim como as sessões da Câmara que entre no recesso parlamentar de julho e só retornam em agosto.
Ainda está em vigor algumas comissões, como a da linha férrea, da dengue e dos hidrômetros.

Falando em linha férrea
Nada mais se falou sobre o projeto para a derrubada do viaduto da rua Sete de Setembro. Nenhuma movimentação foi feita por parte dos moradores e tão pouco nenhuma novidade foi divulgada pela empresa ou prefeitura.

Também nada
Do mesmo modo, nenhuma novidade tem sido apresentada para o novo contorno ferroviário e assim a retirada dos trilhos da área central da cidade.

Em Pindorama
Há informações que em Pindorama a RUMO também teria entrado em contato com a prefeitura. Ao que parece uma obra poderá ser realizada na cidade vizinha a Catanduva.

Faltou água
E falando em Pindorama, nas últimas semanas os moradores reclamaram da falta d’água na cidade. O motivo seria uma obra na rua principal que também deixou o trânsito interditado. O serviço de abastecimento já foi normalizado.

São Pedro
Os catanduvenses já estão clamando para cair uma chuvinha. O período de estiagem tem facilitado ainda mais os incêndios criminosos em áreas verdes (secas) piorando ainda mais o ar seco. Chove, chuva!

Concurso
O Ministério Público de São Paulo realizará concurso público para o preenchimento de 24 vagas imediatas de auxiliar de Promotoria, na especialidade administrativa, mais cadastro de reserva. As inscrições ficarão abertas no site da Fundação Vunesp entre 17 de julho e 21 de agosto, com aplicação da prova objetiva marcada para 17 de novembro. A carga horária de trabalho é de 40 horas semanais, e o candidato precisa ter o ensino fundamental completo. A remuneração para o cargo é formada por R$ 1.784,11 de vencimento básico mais R$ 1005,70 de gratificação de Promotoria, totalizando R$ 2.789,81. Há ainda pagamento de R$ 920 por mês a título de auxílio-alimentação e R$ 14,96 por dia de auxílio-transporte. As vagas atualmente existentes são para as Áreas Regionais de Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Ribeira, sendo duas vagas abertas em cada uma das Regionais.

Da Redação