Peneira Fina

PENEIRA FINA 30/03/2020

Se correr o bicho pega,
se ficar ninguém come!
Que situação difícil nossa população enfrenta. A dificuldade está chegando para muitas famílias, o desespero pela falta das atividades, do trabalho está surgindo, o pânico sobre o coronavírus nem se fala. Ficar em casa e fechar praticamente todos as empresas, com exceção dos setores essenciais ou aderir ao chamado “lockdown” vertical tem gerado discussões e opiniões das mais diversas. A verdade é uma só: Até agora não ouviu nada em que a balança fique no mesmo peso aos dois lados – saúde e economia. É sim preciso manter a população o mais longe possível do risco de contrair o novo coronavírus, mas é também necessário tomar medidas para não fazer com que a população de modo geral sofra ainda mais sem empregos, sem renda.

Qual maneira?
Sobre qual maneira ou medida a ser adotada. Definitivamente não sabemos como ser melhor. O que sabemos é que a cidade não tem estrutura para atender um grande número de pessoas infectadas e quando dizemos isso dizemos os casos graves que precisam de internação. Do mesmo modo, sem vender, sem girar a economia, não sobrará nada.

Mais pânico
O primeiro caso positivo registrado na microrregião de Catanduva ainda traz mais uma situação. Catanduva não atende somente o município, atende todo o entorno. Essa conta ao final pode não fechar. Esperamos que não tenhamos muitos casos e que a situação seja controlada até que nosso país encontre maneiras de tratar os pacientes de forma mais eficaz, reduzindo mortes.

Corrente
Os vereadores de Catanduva se uniram (forma de expressão e não literalmente) em uma corrente de oração desejando o breve restabelecimento da prefeita de Pindorama Maria Inês. “A Câmara Municipal de Catanduva, através de seu presidente, Luis Pereira e demais vereadores, vem a público manifestar seu total apoio à Prefeita Municipal de Pindorama, Maria Inês Bertino Miyada, que na noite da última sexta-feira, 27 de março, testou positivo para o novo coronavírus (COVID-19)”.

Tristeza
“É com muita tristeza que recebemos a informação de que a nossa querida amiga e Prefeita Maria Inês, testou positivo para essa terrível doença que é o novo coronavírus (COVID-19). Mas, temos fé em Deus que logo ela estará boa e exercendo suas funções a frente da nossa querida Pindorama. Quero ressaltar todo meu apoio à família da prefeita, e deixar claro que todo o legislativo catanduvense está em oração, para que Maria Inês se restabeleça logo”, disse Pereira

Manter
O presidente da Câmara, Luís Pereira, em conversa com a reportagem de O Regional, pontou ser favorável manter a quarentena até o dia 07 de Abril, prazo que já foi definido para posterior a data discutir novas maneiras de tentar mover a economia de Catanduva. Pereira ainda exemplificou: “é como um tratamento médico. Você precisa tomar aquela medicação por dois meses, mas quando está acabando, interrompe o tratamento e depois tem de começar tudo de novo. Vamos manter até o dia 07, aguentarmos mais um pouco para depois tomar novas medidas”.

Assistencial
Pereira ressaltou ainda que a administração em Catanduva já deve preparar equipe da parte assistencial para auxiliar os cidadãos. “O governo federal deve liberar recursos para auxiliar os trabalhadores autônomos e outros e a cidade já precisa estar preparada para ajuda-los neste momento. Não é esperar chegar aqui para começar a agir. Tem também o dinheiro que deverá ser encaminhado pelo Governo do Estado que pode ser utilizado para a área social, vamos fazer isso. Vamos ajudar o mais rapidamente a população”.

Nota
O Sincomércio de Catanduva divulgou nota sobre a possível abertura de estabelecimentos na segunda-feira. “O Sindicato do Comércio Varejista de Catanduva – Sincomercio, informa que não tem qualquer relação e envolvimento com as manifestações e abertura do comércio no próximo dia 30 de março. O representante da categoria ratifica ainda que em nenhum momento organizou ou participou de reuniões com empresários visando a abertura do comércio no dia 30 de março. Somente Sincomercio e Ace podem falar em nome dos seus representados. Portanto, embora acredite na importância da abertura das lojas, desde que adotadas as medidas de higienização necessárias, o sindicato enfatiza que não determinou ou fez parte de tal movimentação, que contraria DETERMINAÇÃO do Governo do Estado de São Paulo. O Sincomercio aguarda nova decisão a nível Municipal e Estadual”.

iniciaticas
As operadoras de telecomunicações estão unidas em um movimento de apoio aos brasileiros no combate ao novo Coronavírus. No momento em que a maioria da população está reclusa em suas casas, em isolamento social, as operadoras desenvolveram várias iniciativas conjuntas para ajudar as pessoas a se manterem conectadas, informadas, entretidas e capazes de trabalhar e produzir, mesmo à distância. Entre as medidas já anunciadas, estão a liberação temporária de conteúdos de TV e streaming, a concessão de bônus de internet no celular e na banda larga residencial, além da veiculação das campanhas de esclarecimento do Ministério da Saúde, SUS, Secretarias Estaduais e Municipais de saúde.

Na justiça
A APREESP – Associação dos Prefeitos do Estado de São Paulo está orientando tecnicamente todos os municípios a ingressarem com ação na justiça para não pagarem Precatórios. A APREESP usará como fundamento a decisão do Juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Rio, Afonso Henrique Ferreira Barbosa, o qual concedeu a suspensão do referido pagamento ao município do Rio de Janeiro na última quinta-feira, 25. “Tendo em vista a grave crise na área de saúde que assola o nosso país, notadamente em razão da situação de emergência e de Declaração de Estado de Calamidade Pública, que se estende aos 645 municípios do Estado de São Paulo de importância decorrente do novo coronavírus, bem como a declaração de emergência em epidemia, já encaminhamos ofício ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco e paralelamente atuará para que cada município ingresse de imediato com ação judicial individual”, destacou o presidente APREESP – Associação dos Prefeitos do Estado de São Paulo e prefeito do município de Igarapava José Ricardo Rodrigues Mattar.